Adolescentes foram flagrados pescando tartarugas para vender; 60 animais foram resgatados em Novo Santo Antônio (Foto: Sema)

Adolescentes são flagrados pescando tartarugas para vender em MT; 60 animais são resgatados

Dois adolescentes, de 15 e 16 anos, foram flagrados pescando tartarugas no Rio Araguaia, no Parque Estadual do Araguaia, na região de Novo Santo Antônio, a 1.064 km de Cuiabá.

Foram apreendidas 60 tartarugas-da-amazônia com os adolescentes. Os meninos foram levados para o Conselho Tutelar. A situação ocorreu no final de semana e foi divulgada pela Sema nessa segunda-feira (6).

Foto mostra sacos cheios de tartarugas; uma delas, por ser muito grande, não coube no saco (Foto: Sema)
Foto mostra sacos cheios de tartarugas; uma delas, por ser muito grande, não coube no saco (Foto: Sema)

De acordo com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), os adolescentes planejavam comercializar os animais por quilo ou inteiros na cidade de São Félix do Araguaia, a 1.156 km da capital, onde moram. A prática da pesca de tartaruga, considerada ilegal, é comum na região, e as fiscalizações foram intensificadas.

Adolescentes foram flagrados em barco no Rio Araguaia, no Parque do Araguaia (Foto: Sema)
Adolescentes foram flagrados em barco no Rio Araguaia, no Parque do Araguaia (Foto: Sema)

Segundo a gerente do parque, Lucilene Pereira, os adolescentes pescavam no Rio Araguaia e estavam em uma canoa. Os animais foram colocados dentro de sacos. Ao verem a fiscalização, que contou com policias militares, os adolescentes tentaram fugir e jogaram os sacos com as tartarugas em um barranco.

Uma tartaruga, por ser muito grande e não caber no saco, também foi arremessada pelos adolescentes.

“Eles estavam há dois dias pescando e capturando esses animais e venderiam em São Félix do Araguaia. Os pais sabiam e disseram ao Conselho Tutelar que é melhor pescar do que roubar. O que revolta é que os pais sabiam e apoiavam”, comentou a gerente do parque ao G1.

Os adolescentes são vizinhos. Também foram apreendidos anzóis, uma canoa, um motor e 30 boias usadas para capturar as tartarugas. Alguns dos animais estavam desidratados e machucados. Mesmo assim foi possível fazer a soltura delas na praia do Rio Araguaia para que retornassem à natureza.

Alguns dos animais estavam desidratados e machucados, mas todos foram soltos no rio (Foto: Sema)
Alguns dos animais estavam desidratados e machucados, mas todos foram soltos no rio (Foto: Sema)

O Parque do Araguaia tem, aproximadamente 223 mil hectares e atrai turistas para pesca. A pesca depredatória e outros crimes ambientais podem ser denunciadas por meio da Ouvidoria da Sema: 0800-65-3838.

Por Denise Soares

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.