Adolescentes são flagrados pescando tartarugas para vender em MT; 60 animais são resgatados

Pais sabiam e disseram ao Conselho Tutelar que ‘era melhor estarem pescando do que roubando’. Adolescentes foram flagrados em barco no Rio Araguaia, no Parque do Araguaia.

389
Adolescentes foram flagrados pescando tartarugas para vender; 60 animais foram resgatados em Novo Santo Antônio (Foto: Sema)
Adolescentes foram flagrados pescando tartarugas para vender; 60 animais foram resgatados em Novo Santo Antônio (Foto: Sema)

Dois adolescentes, de 15 e 16 anos, foram flagrados pescando tartarugas no Rio Araguaia, no Parque Estadual do Araguaia, na região de Novo Santo Antônio, a 1.064 km de Cuiabá.

Foram apreendidas 60 tartarugas-da-amazônia com os adolescentes. Os meninos foram levados para o Conselho Tutelar. A situação ocorreu no final de semana e foi divulgada pela Sema nessa segunda-feira (6).

Foto mostra sacos cheios de tartarugas; uma delas, por ser muito grande, não coube no saco (Foto: Sema)
Foto mostra sacos cheios de tartarugas; uma delas, por ser muito grande, não coube no saco (Foto: Sema)

De acordo com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), os adolescentes planejavam comercializar os animais por quilo ou inteiros na cidade de São Félix do Araguaia, a 1.156 km da capital, onde moram. A prática da pesca de tartaruga, considerada ilegal, é comum na região, e as fiscalizações foram intensificadas.

Adolescentes foram flagrados em barco no Rio Araguaia, no Parque do Araguaia (Foto: Sema)
Adolescentes foram flagrados em barco no Rio Araguaia, no Parque do Araguaia (Foto: Sema)

Segundo a gerente do parque, Lucilene Pereira, os adolescentes pescavam no Rio Araguaia e estavam em uma canoa. Os animais foram colocados dentro de sacos. Ao verem a fiscalização, que contou com policias militares, os adolescentes tentaram fugir e jogaram os sacos com as tartarugas em um barranco.

Uma tartaruga, por ser muito grande e não caber no saco, também foi arremessada pelos adolescentes.

“Eles estavam há dois dias pescando e capturando esses animais e venderiam em São Félix do Araguaia. Os pais sabiam e disseram ao Conselho Tutelar que é melhor pescar do que roubar. O que revolta é que os pais sabiam e apoiavam”, comentou a gerente do parque ao G1.

Os adolescentes são vizinhos. Também foram apreendidos anzóis, uma canoa, um motor e 30 boias usadas para capturar as tartarugas. Alguns dos animais estavam desidratados e machucados. Mesmo assim foi possível fazer a soltura delas na praia do Rio Araguaia para que retornassem à natureza.

Alguns dos animais estavam desidratados e machucados, mas todos foram soltos no rio (Foto: Sema)
Alguns dos animais estavam desidratados e machucados, mas todos foram soltos no rio (Foto: Sema)

O Parque do Araguaia tem, aproximadamente 223 mil hectares e atrai turistas para pesca. A pesca depredatória e outros crimes ambientais podem ser denunciadas por meio da Ouvidoria da Sema: 0800-65-3838.

Por Denise Soares

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.