Amapá recebe araras vítimas de tráfico de animais em Pernambuco

231
Amapá recebe araras vítimas de tráfico de animais em Pernambuco
Araras estão em tratamento no Centro de Triagem de Animais Silvestres do Amapá (Foto: Jéssica Alves/G1)

Oito araras que foram vítimas de tráfico de animais no estado de Pernambuco foram encaminhadas na quarta-feira (19) para o Centro de Triagem de Animais Silvestres do Amapá (Cetas), na Zona Norte de Macapá, para receber tratamento e futuramente serem soltas na floresta. Os animais foram apreendidos em operações realizadas pela Polícia Militar. A previsão é que o centro receba mais duas araras e dois tucanos até o fim de julho.

Segundo o Cetas, as aves são nativas da região Norte e o local para a soltura dos animais ainda será definido. No total o centro recebeu seis araras azuis canindés e duas araras vermelhas, e aguarda a chegada duas araras piranga e dois tucanos de peito branco.

Os animais que passam por processo por tratamento que inclui medicações e alimentação adequada. As aves passam por um período de observação e readaptação, antes de serem devolvidas à natureza. Elas viajaram em voos separados, dentro de caixas apropriadas.
Segundo a equipe médica que trabalha com o tratamento dos animais, as aves chegaram estressadas e uma delas ainda não consegue voar. Entretanto, a maioria se adapta e alimenta-se normalmente.

O órgão explica que são aves de ocorrência no Amazonas e em áreas do Cerrado, no Norte do país, apreendidas em operações diversas, envolvendo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama).

Local para a soltura dos animais ainda será definido, segundo o Cetas (Foto: Jéssica Alves/G1)

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.