Amapá vai receber mais cinco aves vítimas de tráfico em Pernambuco

Serão soltas no estado duas araras-canindé e três tucanos. Animais foram encaminhados na terça-feira 8 e serão levados ao Cetas, em Macapá.

323
Aves serão encaminhados para o Cetas em Macapá, que já realizou repatriação de araras em julho (Foto: Jéssica Alves/G1)
Aves serão encaminhados para o Cetas em Macapá, que já realizou repatriação de araras em julho (Foto: Jéssica Alves/G1)

Na terça-feira (8) cinco aves vítimas de tráfico de animais em Pernambuco foram encaminhadas para o Amapá, onde futuramente serão devolvidas à natureza. Os animais serão levados até o Centro de Triagem de Animais Silvestres do Amapá (Cetas), na Zona Norte de Macapá, e até esta publicação, não havia sido confirmada a data de chegada dos pássaros.

Serão soltas duas araras-canindé e três tucanos. Os animais foram apreendidos em operações realizadas pela Polícia Militar e Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama). As aves receberão tratamento antes da soltura ser feita. O transporte é realizado em caixotes apropriados, cheios de frutas para alimentação ao longo da viagem.

Esta é a segunda repatriação feita no Amapá com animais que foram apreendidos em Pernambuco. Em julho, oito araras foram recebidas no Cetas para soltura na floresta. Segundo a equipe médica que trabalha com o tratamento dos animais, as aves chegaram estressadas, mas a maioria se adaptou e todas foram soltas na natureza.

O Cetas informou que as aves que foram encaminhadas são nativas da região Norte e o local para a soltura dos animais ainda será definido. Além do Amapá, outros estados, como São Paulo e Rio Grande do Sul também receberão animais apreendidos e que devem voltar ao habitat.

Fonte: Folha MT

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.