Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Animais são encontrados mortos com sinais de envenenamento em condomínio de Feira de Santana, BA

Sete gatos e um cachorro foram encontrados mortos, com sinais de envenenamento, no condomínio Terra Nova II, bairro SIM, em Feira de Santana. A advogada Flavia Caroline Mascarenhas e Correia, que cuidava de alguns desses animais contou que por volta de 1h da madrugada desta segunda (23) o irmão percebeu o primeiro gato morto. Na manhã de hoje, ainda segundo ela, o irmão viu que outros gatos também foram envenenados.

“No grupo do WhatsApp do condomínio várias pessoas estavam comentando sobre gatos mortos. Ao todo foram sete gatos e um cachorro, que ficava na porta da minha casa. Todos foram mortos com traços de envenenamento. Não sabemos quem pode ter feito isso. Já ocorreram outros casos aqui, mas ninguém denunciou. O sentimento é terrível, pra gente que cuida é muito difícil, pois é como se eles fossem uma extensão da nossa família”, lamentou.

Flavia Caroline afirmou ao Acorda Cidade que consultou um veterinário e foi orientada a conservar um ou dois dos animais em um balde com gelo, para que fossem levados para a Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB) para fazer a necropsia e atestar se os animais foram mesmo envenenados.

Graça Peixinho, que faz parte da Associação Protetora dos Animais (APA), esteve no local para verificar a situação. Segundo ela, esse fato sempre ocorre em condomínios da cidade e pediu que as pessoas denunciem.

“Esses animais viviam protegidos aqui e hoje amanheceram mortos. A gente recebe essa notícia com tristeza, indignação e vamos levar o caso ao Ministério Público, como sempre fazemos, só que precisamos de provas. As pessoas podem fazer denúncia anônima, através do 75 3221-0743, pois temos que saber quem são esses covardes”, afirmou.

Segundo ela, a punição para quem mata animais é de três meses a um ano de prisão, além de multa. Ela lembra que numa chacina como essa que ocorreu a punição é maior. Graça cobrou mais eficiência nas investigações e nas punições.

“As leis são falhas e as autoridades falham muito. Fazemos várias denúncias no MP, mas não temos resultados, é praticamente zero. A impunidade deixa essas pessoas mais confiantes para continuar fazendo essas coisas. Só a punição poderia inibir a ação desses criminosos. Não entendo por que tanta maldade com os animais. Isso é uma maldade humana”, lamentou.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade.

Por Daniela Cardoso

Fonte: Acorda Cidade

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.