Puã, como o peixe-boi é chamado, já foi atropelado duas vezes (Foto: Fundação Mamíferos Aquáticos/Divulgação)

Após atropelamento de peixe-boi na PB, fundação faz vídeo para evitar acidentes

O peixe-boi marinho conhecido como “Puã”, que foi reintroduzido na Área de Proteção Ambiental da Barra do Rio Mamanguape, localizada no Litoral Norte da Paraíba, é o protagonista de um vídeo, desenvolvido pela Fundação Mamíferos Aquáticos, que apresenta orientações para evitar acidentes entre esses animais e embarcações motorizadas.

Em junho, Puã foi encontrado gravemente ferido no litoral paraibano, após ser atropelado por uma embarcação pela segunda vez.

Durante os trabalhos de campo, com uma câmera subaquática, os técnicos do projeto conseguiram registrar o comportamento do animal ao se deparar com uma embarcação. Ele analisa, se aproxima e interage.

No entanto, se o motor do barco estiver ligado, o animal pode ser “atropelado” e ficar ferido, ser mutilado ou até mesmo morto. No caso da embarcação mostrada no vídeo, o motor estava desligado.

Segundo o Projeto Viva o Peixe-Boi Marinho, os peixes-bois estão em perigo de extinção no Brasil e cada indivíduo existente é importante para a continuidade da espécie.

Veja as orientações aos condutores de embarcações motorizadas

Orientações são válidas para embarcações como barcos, lanchas e jet skis.

  • Antes de acionar o motor, olhe ao redor e verifique se tem peixe-boi marinho próximo. A hélice em movimento pode machucar e matar o animal. Só ligue o motor se tiver certeza que o animal não está por perto;
  • Se estiver navegando e avistar o animal nas proximidades, reduza a velocidade ou desligue o motor para evitar colisões e atropelamentos;
  • Ao encontrar um peixe-boi marinho, não toque e nem alimente. Isso prejudica a adaptação do animal à vida selvagem e traz sérios problemas a sua saúde;
  • Peixes-boi marinhos reintroduzidos estão sendo monitorados via satélite no litoral nordestino. Ao encontrar um peixe-boi com um equipamento (semelhante a uma garrafa com uma antena) ou apenas o equipamento, entre em contato com a Fundação Mamíferos Aquáticos pelos telefones: (83) 99961-1338/ (83) 99961-1352/ (79) 3025-1427.

Fonte: G1

Peixe-boi marinho atropelado por embarcação é encontrado no litoral da PB

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.