Após morte de animal, vereador de Poço das Trincheiras (AL) denuncia fiscal da Prefeitura

229
Após morte de animal, vereador de Poço das Trincheiras (AL) denuncia fiscal da Prefeitura

Durante uma sessão ordinária na sexta-feira (06) na Câmara de Vereadores na cidade de Poço das Trincheiras, Sertão de Alagoas, um vereador denunciou um fiscal da prefeitura municipal, após a morte de um animal em um terreno na cidade.

O vereador José Cicero, popularmente conhecido como: ”Junior de Bolero” (PPS) denunciou um fiscal após a morte de um animal. Normalmente na cidade de Poço das Trincheiras os animais são presos e tem soltura após o pagamento de multa quando seus tutores fazem a busca, mas segundo informações esses animais deveriam receber o necessário de sobrevivência como água e alimento. “Foi um ato muito irregular. A prefeitura precisa cuidar dos animais da nossa cidade e não abandonar dessa forma”. Foi o que disse o vereador.

O Fiscal que não teve a sua identidade revelada, foi denunciado durante a sessão na câmara de vereadores. Maus tratos a animais são situações que envolvem prática de abusos, ferir, mutilar ou matar animais, sejam eles domésticos, domesticados, silvestres, nativos ou exóticos. O assunto é regulamentado pelo Decreto 24.645/1934 e as punições constam na Lei Federal 9.605/1998, art. 32, entre outras normas.

Criação e apreensão irregular de animais, por sua vez, é a situação em que uma pessoa cria animais – como burros, galinhas, patos, porcos etc. – sem os devidos cuidados com higiene e em desacordo com normas de posturas.

Casos flagrantes de maus tratos – aquela situação em que uma pessoa presencia outra batendo, mutilando, cometendo qualquer ato de violência contra um animal – devem ser comunicados imediatamente à Polícia Militar (190) e gerar registro de boletim de ocorrência à Polícia Civil, na delegacia mais próxima.

Fonte: Minuto Sertão

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.