Associação pede ajuda para quitar débito e continuar trabalho com animais em Campo Grande, MS

244
"Pirata" com cartaz de campanha para ajudar associação a custear seu tratamento (Foto: Divulgação)

Para continuar seu trabalho de conscientização e ajuda aos animais em situação de rua, abandono ou maus-tratos a Associação Amor em Patas de Campo Grande pede ajuda.

Segundo sua idealizadora, Bia Figueiredo, 34 anos, a associação contraiu uma dívida de R$ 2.145 e até quitar esse débito terá que paralisar suas atividades na Capital. “É uma regra estabelecida no estatuto de nossa associação, para que não haja o acumulo de dívidas”, explica.

A conta, de acordo com Bia, está “pendurada” em uma clínica veterinária, depois de mais um resgate feito pelos voluntários da associação. “Resgatamos um cachorrinho que estava com muitas feridas. Ele precisou ficar dois meses em tratamento na clínica e lá, foi preciso retirar um de seus olhos, pois haviam bichos”, explica a voluntária, aproveitando para dizer que ao receber alta o cãozinho foi batizado como ‘Pirata’ .

Ainda conforme Bia, a associação existe há dois anos e hoje tem cerca de 15 colaboradores. “Além do resgate a associação presta um trabalho diferente. Enfatizamos o trabalho de conscientização para que as pessoas se sensibilizem a causa, como não abandonar, castrar e adotar os bichinhos”, detalha.

Serviço – Quem quiser ajudar a associação a continuar suas atividades pode entrar em contato com Bia pelo celular (67) 98406-8251.

Outra oportunidade de ajudar a causa é pagar uma diária, na academia Master Sports, localizada na rua Alegrete, 338, no feriado (7), dia que academia, abrirá somente para ajudar a associação com a proposta do “treino solidário”.

Por Guilherme Henri

Fonte: Campo Grande News

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.