Bombeiros resgatam cachorros após ataque de abelhas no Lago Norte, no DF.

Ataque de abelhas mata 15 cachorros e deixa 30 feridos em área nobre de Brasília, DF

Animais estavam em canil ao lado de casa no Lago Sul. Corpo de Bombeiros tenta capturar enxame.

Quinze cachorros que estavam em um canil na QI 11 do Lago Sul, área nobre de Brasília, morreram após um ataque de abelhas na tarde desta segunda-feira (2). Além deles, 30 cães ficaram feridos com as picadas dos insetos.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o enxame ficava em uma casa vizinha à que os animais estavam. Os militares foram chamados por volta das 14h30 para atender a ocorrência, mas, ao chegarem no local, oito cães já estavam mortos. Outros sete morreram a caminho da clínica veterinária.

Os animais que sobreviveram ao ataque continuavam internados até a última atualização desta reportagem.

Bombeiros resgatam cachorros após ataque de abelhas no Lago Norte, no DF (Fotos: Corpo de Bombeiros do DF/Divulgação)

Segundo especialistas, um grande número de picadas de abelhas pode causar problemas em vários órgãos e, em pessoas ou animais alérgicos, pode fechar as vias respiratórias. Em casos de grandes ataques, com mais de 500 picadas, por exemplo, a quantidade de veneno pode ser compatível ao ataque de uma serpente.

Até as 20h, as abelhas ainda não tinha sido recolhidas. Os bombeiros informaram que a captura não foi possível porque, durante a tarde, os insetos estavam dispersos. Os militares disseram que fariam o procedimento à noite.

Os proprietários da residência e o responsável pelo canil foram orientados sobre procedimentos para prevenir novos ataques.

Fonte: G1


Nota do Olhar Animal: Muito triste que não tenha havido uma intervenção a tempo de salvar os cães. Era uma situação em que salvá-los não prejudicaria o animal que os atacou.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.