Festival acontecerá do dia 6 ao dia 14 de julho - REUTERS/Vincent West/5.7.2018

Ativistas protestam contra touradas em festival na Espanha

Organizadores do protesto disseram que 66 touros serão mortos durante festival de San Fermin

Dezenas de ativistas dos direitos dos animais fizeram um protesto em frente à prefeitura de Pamplona, na Espanha, nesta quinta-feira (5), para protestar contra as touradas antes do festival de San Fermin, que acontece do dia 6 ao dia 14 de julho, o mais conhecido do país.

Embora as corridas de touros sejam a marca registrada das festas de San Fermin, manifestantes das organizações PETA e Anima Naturalis afirmaram que a maioria dos turistas e pessoas no exterior não sabem que, depois da corrida matinal, os touros são usados ​​em lutas noturnas.

“Pode até parecer que os touros são se divertindo, mas isso não é verdade”, afirmou a diretora da Anima Naturalis, Aida Gascón.

Os organizadores do protesto disseram que 66 touros serão mortos durante as celebrações de uma semana que incluem, além das corridas e touradas, apresentações de música e dança. Grandes figuras famosas participam da celebração de San Fermin, o santo padroeiro de Navarra.

Embora o prefeito de Pamplona, ​​Joseba Asiron, tenha dito que é a favor da abertura do debate para acabar com as touradas no festival, alguns locais não conseguem imaginar a festa sem touros.

“O touro sempre esteve em nosso sangue e no nosso modo de vida e cultura. Quero que continue assim”, afirmou um moradores de Pamplona à agência de notícias Reuters.

Por Carolina Vilela (estagiária do R7 sob supervisão de Ana Luísa Vieira)

Fonte: R7

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.