Imagens: Reprodução

Ativistas veganos fazem clientes de churrascaria ouvir gritos de dor de bois massacrados

Deixar de consumir carne parece ser uma tendência mundial – o número de vegetarianos quase dobrou no Brasil nos últimos anos -, e o vegetarianismo e o veganismo são capazes de motivar debates acalorados (até a Xuxa participou de um). Mas poucos serão tão bizarros como um que rolou em uma churrascaria em Brighton, na Inglaterra.

Era uma noite normal na churrascaria Touro Steakhouse até que ativistas do grupo Direct Action Everywhere entraram no estabelecimento para protestar contra o consumo de carne, gritando coisas como “Não é carne, é violência” e reproduzindo sons gravados em abatedouros de bois.

Embora a maioria dos clientes não tenha esboçado muita reação, um grupo de amigos resolveu se levantar e responder, cantando “Stand up if you love meat”, ou “Levante-se se você ama carne”, inclusive incentivando outros frequentadores a acompanhar a música.

De acordo com testemunhas, foram cerca de dez minutos de protesto dos ativistas até que a cantoria começou. Depois de mais dez minutos, o grupo deixou a churrascaria e passou mais uma hora protestando do lado de fora do restaurante.

Publicado por DxE Brighton em Sábado, 24 de novembro de 2018

Fonte: Hypeness

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.