Beija-flor faz ninho e bota ovos em casa de Ribeirão Preto, SP

Beija-flor faz ninho e bota ovos em casa de Ribeirão Preto, SP

José Luis Ferreira mora em uma casa no Ribeirão Verde, zona Leste de Ribeirão Preto. Mas agora, além da cachorra Meg e gata Mel, a casa ganhou novos moradores: uma beija-flor e seus dois futuros filhotes.

Vídeo: Beija-flor faz ninho e bota ovos em casa de Ribeirão Preto.

O comerciante de 50 anos contou ao ACidade ON que chegou em casa do trabalho na terça-feira (10) quando notou um animal voando pela cozinha. “Ele começou a voar aqui de noite e eu achei que era passarinho. Quando olhei, era um beija-flor”.

Apesar de se surpreender por ver um beija-flor voando de noite, já que o animal não possui hábitos noturnos, mal sabia ele que esse era só o começo da surpresa que teria. “Ele voou para o bocal de uma lâmpada que fica na lavanderia e quando vi, no bocal havia um ninho”, diz.

E o ninho não estava vazio: dois ovos de beija-flor foram botados e agora estão sendo chocados pelo animal. “Agora passei a vigiar o local e sempre vejo o biquinho dela, ela está sempre lá”.

O cuidado parental é realizado pelas fêmeas, que constroem os ninhos, encubam os ovos e alimentam os filhotes sem ajuda dos machos. Os beija-flores costumam botar apenas dois ovos e o período de incubação dura entra 15 e 20 dias.

Cuidados e ‘preocupação de anfitrião’ 

Porém, logo após conhecer os novos inquilinos da casa, veio a preocupação. Além de José Luis, a cachorra Meg e a gata Mel também são moradoras da casa que podem se interessar pelo beija-flor. Para proteger os ovos dos animais, José agora estuda montar uma rede embaixo do ninho.

“Caso caiam, os ovos estarão protegidos. Mas agora me preocupo principalmente com a gata. Tenho medo do beija-flor pousar em algum lugar e a gata pegar o animal para brincar”, comenta.

Apesar das preocupações e da “casa cheia”, José confirma: está encantado em poder acompanhar algo único. “Eu nunca coloquei água com açúcar ou algo que os atraísse. Como ele conseguiu construir esse ninho lá não tenho ideia. A natureza sempre dá um jeito, não é mesmo?”.

Fotos: Matheus Urenha/A Cidade

Por Isabella Grocelli 

Fonte: A Cidade On

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.