Bolsonaro deve priorizar o agronegócio em seu governo

Bolsonaro reafirma apoio a rodeios e diz a ruralistas: ‘Gostaram do ministro do Meio Ambiente, né?

Jair Bolsonaro (PSL) esteve reunido com representantes da música sertaneja e ruralistas na última terça-feira (11). O presidente eleito aproveitou para brincar sobre a escolha do novo ministro do Meio Ambiente.

“Gostaram do ministro do Meio Ambiente, né?”, disse ele durante almoço em Brasília. Na ocasião, Bolsonaro aproveitou para reafirmar o apoio aos rodeios. O compromisso foi garantido em vídeo gravado lado do locutor de rodeios Cuibano Lima.

A escolha de Ricardo Salles é vista com preocupação por ambientalistas. O nome do ex-secretário pessoal de Geraldo Alckmin foi pensado em conluio com o setor de agronegócios, o que pode colocar em xeque a preservação da natureza e a segurança dos animais.

Salles é réu em uma ação de improbidade administrativa movida por quatro promotores do Ministério Público de São Paulo. Ele publicou na internet um vídeo filmando animais empalhados em um churrasco. O novo ministro, ligado ao Movimento Endireita Brasil, ainda tirou sarro do movimento vegano. Ele nega irregularidades.

O novo ministro do Meio Ambiente é visto como ameaça por defensores dos animais
O novo ministro do Meio Ambiente é visto como ameaça por defensores dos animais

Uma das grandes bandeiras do agronegócio é aprovar a chamada PL do Veneno, Projeto de Lei 6299/02, que visa atualizar a lei dos agrotóxicos, de 1989 com, entre outros impropérios, mudar o termo ‘agrotóxico’ para ‘defensivo fitossanitário’. A proposta é do atual ministro da agricultura, pecuária e abastecimento, Blairo Maggi, do PP.

Fonte: Hypeness