O caso foi registrado no 5º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na tarde desta quarta-feira (1). (Foto: Divulgação)

Briga entre vizinhos termina com homem matando cachorra, em Manaus, AM

Depois de uma briga de vizinhos, na Rua Miguel Ribas, no Santo Antônio, Zona Oeste, um homem identificado como ‘Marcos’ tentou matar a idosa Maria do Socorro Ribeiro Fonseca, de 73 anos, com golpes de terçado. Como não conseguiu, ele matou a cadela da vizinha. O caso foi registrado no 5º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na tarde desta quarta-feira (1).

Na delegacia, o caso foi registrado apenas como grave ameaça e maus-tratos ao animal. No entanto, segundo Samuel Souza, uma das testemunhas e vítimas relatadas o Boletim de Ocorrência (BO), o objetivo do rapaz era matar Maria do Socorro, que é tia da namorada dele. “Tudo começou pela manhã por conta de uma intriga da irmã dele com a dona Maria. Aí, passou um tempo, ele apareceu aqui com um terçado dizendo que ela tinha que morrer”, contou.

Maria do Socorro só escapou dos golpes porque conseguiu correr e fechar a porta da casa onde estava com Samuel e na sobrinha. Como ela se trancou dentro da casa, ‘Marcos’ começou a agredir com golpes de terçado a cadela. “Ele estava com o maior terçado e comprou especialmente para tentar matá-la”, relatou Samuel.

Samuel não contou qual o motivo da briga entre a irmã do acusado e Maria do Socorro. Segundo ele, quando tentava entrar na casa, ‘Marcos’ gritava alguns xingamentos e demonstrava intolerância religiosa com o fato de que Maria é praticante de religiões de matriz africana. “Ele a chamava de macumbeira, gritava e disse que vamos morrer, por isso estamos com medo”.

As vítimas relatam medo de que o agressor, que está solto, volte até o local. “Ele prestou depoimento e foi liberado. Mas nós decidimos procurar a imprensa porque estamos com medo do que ele pode fazer”, ressaltou.

Policiais militares da 5ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) estiveram no local e encaminharam o suspeito até a delegacia onde foi registrada a ocorrência. O rapaz suspeito foi identificado. Todos os envolvidos devem ser chamados para uma audiência.

Fonte: A Crítica

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.