Animais foram resgatados em área urbana do bairro

Bubi volta a ser preso com animais maltratados e armas em São Bento do Sul, em SC

Hilberto Specht, mais conhecido como Bubi, foi preso na manhã de segunda-feira (1) em São Bento do Sul junto com outras duas pessoas. Envolvido em diversas passagens policias pelo crime de maus-tratos a animais, desta vez a Polícia Militar ainda encontrou diversas armas, munições, pássaros e carne de caça na residência dele, no bairro Serra Alta.

Foram recolhidos ainda vários animais com sinais de maus-tratos, dentre eles 30 cachorros, mais de 20 codornas, galinhas, perus, cabras, cavalo, vacas, pavão e vários pássaros de origem silvestre e sem anilhas. Conforme a polícia, os animais estavam magros e em local sujo, sem água e comida. Também foi apreendida uma porção de carne de caça (tatu) que estava na geladeira.

Os três foram presos por crimes ambientais, porte ilegal de arma de fogo e munição, além de posse de drogas e desacato. Os nomes dos outros dois envolvidos no caso não foram repassados à imprensa. Os pássaros foram encaminhados à Polícia Ambiental de Joinville e os demais animais ficaram sob a responsabilidade da Associação Protetora dos Animais (APA) de São Bento do Sul.

Reincidência

Bubi já havia sido proibido pela Justiça, em novembro de 2013, de criar animais domésticos, domesticados, silvestres ou exóticos em área urbana de São Bento do Sul. No início daquele ano, a APA recolheu um cavalo em situação precária na casa dele, e a Polícia Ambiental recolheu 13 animais também em sua residência, inclusive cães, após denúncias de maus-tratos.

Fonte: Gazeta

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.