Burro estava morrendo de exaustão – até que mais de 12.000 pessoas falaram por ele

Um burrinho completamente exausto teve um colapso nas ruas de Segorbe, Espanha, no começo do mês passado – e depois foi devolvido para seu tutor negligente.

Quando a polícia investigou a situação, eles descobriram que o dono também tinha um cão. O cão negligenciado foi imediatamente confiscado e levado para uma organização de resgate, mas o burro não teve a mesma sorte.

Mas um bom samaritano sabia que o burro merecia ser resgatado também. Então ele entrou em contato com El Refugio del Burrito (RDB).

“É frustrante que, apesar de ambos os animais estarem protegidos pela mesma lei, e está muito claro como se deve agir quando a vida de um animal está em risco, nós ainda vemos as autoridades hesitando”, Veronica Sanchez, diretora geral do RBD, disse em uma declaração. “Isto é negligência e omissão do dever”.

O caso tinha sido reportado ao departamento local de bem-estar animal, mas foi rejeitado no meio da burocracia. Ninguém tinha percebido que uma vida estava em risco.

Então, somente dias depois que o burro sofreu o colapso, em 13 de março, o RBD enviou um pedido urgente ao tribunal e à polícia local. Mas mesmo assim nada aconteceu.

Então os amantes de animais do RBD tentaram outra coisa: Eles lançaram uma campanha no site Change.org. Em menos de 13 horas, mais de 12.000 pessoas já tinham assinado a petição.

Foto: Change.org

Esta campanha ajudou o tribunal local a agir, e na manhã do dia 14 de março, os resgatistas chegaram para ajudar o burro. O dono se recusou a entregar o animal, apesar de ele estar obviamente sofrendo. Um exame veterinário realizado mais tarde confirmou que o burro precisava de tratamento para desnutrição severa, uma infecção no casco, múltiplas lesões de pele causadas pelo uso inapropriado dos arreios, parasitas internos e externos e outras infecções.

E, desta vez, a lei estava do lado do burro, e as autoridades confiscaram o animal para salvá-lo.

Os resgatistas deram ao burro o nome de Vida.

O burro foi imediatamente hidratado por via intravenosa. Ele teve seus cascos aparados e tratados. E ele já está comendo bem, assim conseguirá ganhar um pouco de peso.

“O burro está temporariamente em um lar adotivo em Castellon, já que ele ainda não está bem o suficiente para viajar”, Rosa Chaparro, gerente de comunicação e fundos do RBD, contou ao The Dodo. “Assim que ele puder viajar, virá para o nosso santuário em Fuente de Piedra, Málaga”.

Em seu novo lar ele irá conhecer mais de 300 burros abandonados e maltratados que encontraram uma nova vida no santuário.

A vida finalmente está melhor para Vida.

Para ajudar burros como Vida, você pode fazer uma doação. Mesmo com apenas cinco euros você pode alimentar um burro com uma semana de feno.

Por Sarah V Schweig / Tradução de Alice Wehrle Gomide

The Dodo 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.