Cachorra comunitária foi atropelada e teve a perna quebrada, em Londrina, PR; atropelador ajudou com menos de 10% do gasto com o animal

Cachorra comunitária foi atropelada e teve a perna quebrada, em Londrina, PR; atropelador ajudou com menos de 10% do gasto com o animal

A Loirinha é uma cachorra comunitária, um jeito mais bonito de se falar de rua, muito simpática e que é cuidada pelos comerciantes do entorno da Casa do Marmitex. Ela dorme no posto de combustível e adora quando chega sábado, pois pode ir na AABB aproveitar o churrasco que sempre fazem depois dos jogos. Mas Loirinha está precisando de sua ajuda agora.

No dia 19 de março, feriado de São José, padroeiro de Rolândia, Loirinha foi atropelada e teve a tíbia quebrada. O atropelador não parou para ajudar e a cachorra correu para a Casa do Marmitex. As proprietárias do local viram e foram descobrir o que aconteceu. Descobriram quem havia atropelado o animal e foram falar com ele. Inicialmente, o motorista afirmou que não tinha dinheiro para ajudar no tratamento da cachorra.

Uma das proprietárias do Marmitex pegou a cachorra e a levou até um clínica, onde foi constatado a fratura na perna e nas costelas. O animal foi levado para a UEL e foi feito o diagnóstico: uma cirurgia para colocação de uma placa. O valor total da brincadeira passou dos dois mil reais. O atropelador ajudou com quase 200 reais e foi só. Não vai ajudar com mais nada.

Diante dessa situação, as proprietárias da Casa do Marmitex fizeram uma rifa de uma cesta de Páscoa e estão vendendo cada número por R$ 10,00. Quem quiser ajudar, pode passar no local (Av. Ailton Rodrigues Alves 1321 – em frente à AABB) para comprar um número. O escritório do Jornal de Rolândia (Monteiro Lobato 190, sla 12) também se ofereceu para ser um ponto de venda da rifa.

Em tempo: a Loirinha foi operada no dia 05 de abril na UEL e passa bem. Ela está na casa de uma das proprietárias da Casa do Marmitex, mas está doida para voltar para o seu espaço e sua rotina.

Fonte: Portal Rolândia

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.