Cachorro preto abandonado em abrigo e negligenciado porque não é tão 'bonito' como uma família quer

Cachorro preto abandonado em abrigo e negligenciado porque não é tão ‘bonito’ como uma família quer

Os abrigos não sabem exatamente por que, mas, por alguma razão, cachorros e gatos pretos estatisticamente levam mais tempo para ser adotados do que aqueles com pelo mais claro. De fato, essa tendência se tornou tão evidente que há um nome para isso atualmente: a síndrome do cachorro preto.

Na verdade, cachorros e gatos pretos são tão passíveis de serem adotados quanto cachorros e gatos brancos, marrons e seus homólogos peludos bronzeados, mas o estereótipo sem sentido de que os animais pretos são de alguma forma inferiores permanece. (Um abrigo até afirmou que as pessoas devolviam gatos pretos porque eles não “ficavam bem em selfies!”)

Há pouco tempo, funcionários do Controle Animal em Houston, Texas, nos EUA, encontraram um cachorro preto que vagava pelas ruas e o levaram para o Abrigo Animal do Condado de Harris. Uma olhada no rosto desse garoto encantador de 10 anos, a quem chamam de “Rockwell”, revela que ele teve uma vida difícil. Ele possui marcas em toda a sua cabeça, e seu teste para dirofilariose canina (verme do coração) deu positivo. Rockwell merece um lar carinhoso onde ele possa passar o resto de seus dias sem se importar com o mundo, mas o pessoal do abrigo teme que ninguém queira ficar com ele devido à cor do seu pelo, sua idade e sua saúde.

Se você quiser ajudar a fazer com que Rockwell não seja esquecido como muitos outros cachorros e gatos pretos, por favor, considere adotá-lo ou incluí-lo em sua família. E, se você não está preparado para oferecer a Rockwell os cuidados que ele necessita, ainda pode fazer a diferença para ele e outros animais necessitados, ao doar para a Pup It Forward Network, um grupo de voluntários que trabalha para salvar animais abandonados. Juntos, podemos acabar com o estigma contra os cachorros e gatos pretos e ajudar TODOS os animais de abrigos a encontrar um lar eterno!

Por Estelle Rayburn / Tradução de  Leonardo Lobo da Luz

Fonte: One Green Planet 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *