Imagem registrada enquanto o animal recebia atendimento veterinário

Cachorro que teve o rabo cortado é atendido e será encaminhado para a adoção; veja vídeo

O cachorro que teve o rabo cortado pelo dono com um facão, na manhã de sexta-feira (10), em Pontalina, região Sul de Goiás, foi resgatado pela Polícia Civil e está recebendo os primeiros cuidados em uma clínica veterinária do município. De acordo com o vizinho que fez a denúncia, o animal já sofria maus-tratos do idoso de 72 anos antes da mutilação.

Após ter o rabo cortado com um facão, sem nenhum tipo de anestésico ou forma que amenizasse o sofrimento, o animal foi encaminhado para a Associação de Proteção e Amparo aos Animais de Pontalina (Aaap) pela polícia, de onde foi enviado a uma clínica para tratar do ferimento. O médico veterinário que atendeu o animal conta que o cachorro sentia muita dor quando foi levado ao consultório.

“O ferimento estava começando a necrosar quando ele chegou. Nós fizemos uma limpeza, aplicamos os medicamentos, como antibióticos, antiinflamatórios e analgésicos. Agora vamos continuar tratando até o fechamento total da ferida”, explicou o médico veterinário.

A caudectomia (ato de cortar o rabo dos animais) é algo proibido por lei, o Conselho Nacional de Medicina Veterinária (CNMV) encara o ato como mutilação. Além disso, o membro é muito importante para o equilíbrio dos cães e sua perda compromete de forma significativa a coordenação motora dos animais.

Após os cuidados com o cachorro, ele será levado novamente para a Aaap e estará apto para a adoção.

O idoso responsável pelo crime vai responder por maus-tratos de animais domésticos, cuja pena pode chegar a um ano de detenção.

Assista ao vídeo CLICANDO AQUI.

Por Fabiana Sousa

Fonte: O Popular

Idoso é detido suspeito de cortar rabo de cachorro com facão por soltar muito pelo, diz polícia

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.