Carro ficou com o teto e o para-brisas destruído com o impacto do cachorro (Foto: Compartilhado via WhatsApp)

Cachorro sobrevive após cair de prédio em cima de carro em Vitória, ES

Quem olha este carro pensa que ele se envolveu em um acidente ou atropelou uma pessoa. Na verdade, o carro, que estava estacionado na frente de um prédio na Avenida Vitória, foi atingido por um cachorro, que caiu do quarto andar de um prédio. O caso aconteceu nesta semana, na região do bairro Horto.

O animal, da raça Rottweiler, “fazia a segurança” do imóvel, que não está sendo ocupado. Ele teria subido ao quarto andar do prédio e se jogado de uma janela de ar condicionado. Apesar da queda – e o consequente estrago causado no veículo – o cachorro sobreviveu e foi socorrido para um veterinário, onde passou por exames.

Animal se machucou com a queda e foi levado a um veterinário (Foto: Compartilhado via WhatsApp)
Animal se machucou com a queda e foi levado a um veterinário (Foto: Compartilhado via WhatsApp)

“Estava passando pela região e ouvi um barulho muito forte e as pessoas começaram a gritar, achando que um ônibus havia atropelado o cachorro. Foi aí que vimos o carro danificado e ele machucado”, disse uma testemunha.

Em entrevista à TV Tribuna/SBT, a dona do veículo estava dando aula quando recebeu a notícia de que seu carro havia sido danificado. Segundo moradores da região, este e outros cachorros estariam sendo submetidos a maus-tratos. Neste caso, o cachorro teria encontrado uma forma inusitada de fugir.

Um outro animal, flagrado por moradores e comerciantes da região, já foi flagrado na mesma janela de ar condicionado.

Procurada pela reportagem da TV Tribuna, a coordenação da empresa responsável pelos cachorros negou que os animais estivessem sendo submetidos a maus-tratos e que eles são “saudáveis, vão frequentemente ao veterinário, são bem alimentados e cuidados”. Ainda segundo a empresa, por descuido, os animais podem ter aproveitado uma porta aberta para subir pelos andares do prédio.

Fonte: Tribuna Online

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.