Cachorros e outros animais podem ter presença liberada em ônibus de BH

Projeto de lei pronto para votação na Câmara Municipal permite que os tutores levem os bichos com até 10kg, desde que paguem passagem para eles.

150
Na sexta-feira, este vira-lata aproveitou o vento na janela do coletivo (Foto: Umberto Nunes / Arquivo Pessoal)
Na sexta-feira, este vira-lata aproveitou o vento na janela do coletivo (Foto: Umberto Nunes / Arquivo Pessoal)

Uma cena inusitada – e fora da lei – chamou a atenção de quem passava pelas ruas de Belo Horizonte na última sexta-feira; em especial em um ponto de ônibus da Praça da Assembleia. Um cachorro vira-lata foi flagrado dentro de um coletivo tomando um vento na janela, provavelmente no colo do seu tutor. A imagem poderia ser mais comum se Belo Horizonte, a exemplo do que a cidade de São Paulo já fez, passasse a permitir o transporte de animais na frota da administração municipal.

Um projeto de lei do ex-vereador Leonardo Mattos está pronto para votação no plenário da Câmara Municipal de Belo Horizonte. Pelo texto, que depende da aprovação dos vereadores e sanção do prefeito Alexandre Kalil (PHS), fica permitido o transporte dos animais domésticos de até 10 kg no serviço municipal coletivo de passageiros, mediante cobrança de tarifa regular da linha. A proposta prevê que o animal deve ser acomodado em caixa específica de transporte, que poderá ser colocada no assento, se houver cadeira disponível.

Por Juliana Cipriani

Fonte: Estado de Minas

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.