Cadela Pipoca 'adota' as filhotes de gato Esmeralda e Emília (Foto: Luis Palhano/Divulgação)

Cadela de SC ‘adota’ duas filhotes órfãs de gato

Na casa de Olíria Miranda dos Santos, de 60 anos, uma cadela e duas gatinhas estão sempre juntas. A dona dos bichinhos brinca que Pipoca, como ela chama a cachorra, “adotou” as filhotinhas depois que mãe delas morreu envenenada. Os animais moram com Olíria em Curitibanos, no Oeste do estado.

Cadela Pipoca com as duas filhotes de gato em Curitibanos (Foto: Luis Palhano/Divulgação)
Cadela Pipoca com as duas filhotes de gato em Curitibanos (Foto: Luis Palhano/Divulgação)

Pipoca está há cinco anos com a tutora. Chegou filhote à casa dela, no bairro São José. Há três meses, a mãe das gatinhas, Suzana, morreu envenenada. Desde então, Pipoca “ficou com os gatos. Cuida a mesma coisa, como se fosse mãe deles. Estão sempre com ela”, relata Olíria.

As filhotes se chamam Esmeralda e Emília. Pipoca não tem leite para oferecer às gatinhas, que “comem de tudo”, segundo a dona. Além da cadela e das filhotes, Olíria também tem outra cachorra, chamada Princesa.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.