Cadela é resgatada após ser agredida em Araguaína (Foto: Divulgação)

Cadela ganha lar após ser espancada por tutor e desmaiar: ‘achou que estava morta’

Uma cadela, chamada de Gordinha, ganhou um novo lar nesta quinta-feira (15) após ser espancada em Araguaína. Segundo a presidente da ONG Anjo de 4 Patas, Danyelle Amorim Gonçalves, o animal chegou a desmaiar e o tutor pensou que Gordinha tinha morrido. Um vizinho chamou a polícia e o responsável foi levado para uma delegacia, onde prestou depoimento. (Veja o vídeo)

VÍDEO: ONG resgata 450 animais abandonados e vítimas de maus-tratos

A agressão aconteceu na última terça-feira (13). “Depois de agredi-la em um lote, o dono pensou que ela estava morta, mas a cadela saiu rastejando e foi até a casa de um vizinho, que sempre dá comida a ela. Ela ficou lá até ontem, quando a resgatamos e conseguimos um lar provisório”, contou Danyelle.

A ONG Anjo de 4 Patas recolheu 450 animais abandonados, num período de três anos, desde quando a instituição foi criada.

A Gordinha recebeu atendimento na clínica da Universidade Federal do Tocantins, campus de Araguaína. A veterinária Beatriz Fonseca disse que depois de alguns exames verificou que o animal sofreu pancadas na cabeça.

“Ocasionou inchaço e o trauma causou uma lesão nos olhos em decorrência de um processo hemorrágico, ou seja, o vaso se rompeu ocasionando uma mancha avermelhada nos seus olhos, o que dá um prejuízo visual”.

Gordinha foi resgatada e ganhou um novo lar em Araguaína (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Gordinha foi resgatada e ganhou um novo lar em Araguaína (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

O médico veterinário Arivan Arraes conta que esse tipo de situação é comum e muitas vezes os animais chegam debilitados. “Realmente chegam alguns animais em estado crítico, ou que algum cliente encontra na rua, ou mesmo é abandonado nas portas das clínicas, ou em locais que têm muito movimento de público porque a pessoa sabe que vai passar um coração bom e não vai conseguir ver o animal passando por necessidade”.

Maltratar animais é crime. O tutor da cadela teve que prestar depoimento e deve responder na Justiça. “Ferir animal, judiar do animal, abusar do animal. Tem uma pena de três meses a um ano. O tutor do animal foi identificado, foi feito procedimento na delegacia de plantão e a gente pede a população para que denuncie este tipo de conduta, que vai ser duramente reprimida”, explicou o delegado Anderson Casé.

ONG resgatou 450 animais abandonados em três anos (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
ONG resgatou 450 animais abandonados em três anos (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.