Polêmica. Realização de rodeios é proibida na cidade desde 2009 (Foto: Rogério Marques / O Vale)

Câmara de Taubaté (SP) vai retomar debate sobre volta de rodeios

A Câmara de Taubaté deve retomar esse ano a discussão sobre a possível liberação de rodeios no município. A prática é vedada desde 2009.

O projeto com essa finalidade foi apresentado no fim de novembro de 2017, com a assinatura de oito parlamentares: o suplente Fião Madrid (PSDB), Bilili de Angelis (PSDB), Boanerge dos Santos (PTB), Gorete Toledo (DEM), Jessé Silva (SD), Graça (PSD), Noilton Ramos (PPS) e Digão (PSDB).

Em sua justificativa, o texto aponta que a legislação taubateana está na “contramão” de leis estaduais e federais, que consideram o peão de rodeio como atleta profissional e permitem a prática no país.

O projeto cita ainda que a liberação do rodeio na cidade permitiria “o surgimento de novos atletas”, o resgate de “uma tradição que com o tempo vem se perdendo” e a realização de feiras e festas no município, que ajudariam no “desenvolvimento econômico e social” de Taubaté.

O projeto provocou reação na bancada que atua na causa animal. Vereadores contrários à liberação dos rodeios pretendem solicitar a realização de uma audiência pública.

A ideia é pedir que ativistas ajudem a pressionar os demais parlamentares a votarem contra o projeto. “É incabível, é um retrocesso total [a volta dos rodeios]. Nossa economia não gira em torno disso”, disse Douglas Carbonne (PCdoB), que integra a Comissão de Defesa e Proteção dos Animais.

Após a repercussão negativa da proposta, Graça, que integra a mesma comissão, solicitou a retirada de sua assinatura do projeto. “Inicialmente eu entendi que o projeto liberaria apenas feiras e exposições. Depois que vi que também citava rodeio, pedi para tirar minha assinatura”, justificou.

Fonte: O Vale

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *