Campanha de castração de animais abre mil vagas no DF

Interessados devem se cadastrar a partir de 6 de setembro. Cirurgias serão feitas em uma clínica credenciada no Gama.

101

O Instituto Brasília Ambiental (Ibram) abrirá mil vagas para castração de animais na segunda campanha de 2017 do Programa de Manejo Populacional de Cães e Gatos do Distrito Federal.

Interessados devem se inscrever a partir das 10 horas de 6 de setembro no site do Ibram ou pessoalmente na sede do órgão (511 Norte). O prazo se encerra em 11 de setembro.

As cirurgias serão feitas em uma clínica credenciada no Gama. As vagas serão distribuídas em quatro grupos de regiões administrativas, e cada responsável poderá inscrever até dez animais. O cadastramento, no entanto, não é garantia de vaga.

Pessoas idosas ou beneficiários de programas sociais do governo de Brasília, que comprovem cadastro no Cadastro Único ou no Bolsa Família, terão prioridade.

Quem for selecionado receberá um e-mail com a confirmação. O tutor, então, deverá entrar em contato com a clínica para agendar a cirurgia no prazo de 15 dias, caso contrário, perde a vaga.

Se for preciso remarcar o procedimento, o responsável deverá tratar diretamente com o consultório.

A previsão é que até o fim do ano ocorram outras duas campanhas, em outubro e em novembro.

Grupos de regiões administrativas Vagas
Fercal, Santa Maria, Itapoã, São Sebastião, Brazlândia, Estrutural/SCIA, Varjão, Paranoá e Recanto das Emas 370
Gama, Riacho Fundo I, Ceilândia e Sobradinho II 300
Planaltina, Candangolândia, Sobradinho I, Taguatinga, Samambaia e Riacho Fundo II 230
Águas Claras, Núcleo Bandeirante, Sudoeste/Octogonal e Cruzeiro 100

Documentação exigida para o cadastro

A cópia digitalizada da documentação exigida deve ser enviada em formato de PDF, caso a inscrição seja feita pela internet. Cada arquivo não pode exceder 1 MB. Se o cadastro for feito pessoalmente, é preciso levar o documento original e a cópia.

  • RG e CPF (ou outro documento com os dois números, como a carteira de motorista)
  • Comprovante de residência em nome próprio ou de algum parente (emitido no máximo 60 dias antes). Nesse caso, é preciso comprovar o parentesco
  • Comprovação do CadÚnico ou do Bolsa Família, se for o caso

Exames complementares e anestesia inalatória

O Programa de Controle Populacional de Cães e Gatos no DF oferece de forma gratuita as operações de esterilização (ovário-salpingo-histerectomia para fêmeas e orquiectomia para machos), além de anestesia injetável.

Se forem necessários exames complementares ou anestesia inalatória, os custos devem ser arcados pelos tutores.

Fonte: Agência Brasília

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.