Foto: ONG Protetores de Santa Cruz/Divulgação

Cão é resgatado no meio do lixo em terreno baldio em Santa Cruz do Sul, RS

Um cachorro foi encontrado no fim da manhã desta quinta-feira, 5, com ferimentos graves, após ser abandonado em um terreno baldio, em Santa Cruz do Sul. O pastor alemão foi deixado em meio ao lixo, o que dificultou o resgate. Ele foi localizado por volta do meio-dia, nas proximidades da Rua da Pedreira, no Bairro Pedreira.

A ONG Protetores de Santa Cruz do Sul foi informada ainda durante a manhã, anonimamente, de que o cachorro estaria abandonado no local, com ferimento na cabeça. Três voluntárias da entidade foram até o terreno baldio para buscar o animal.

Animal foi deixado em meio ao lixo | Foto: ONG Protetores de Santa Cruz do Sul
Animal foi deixado em meio ao lixo | Foto: ONG Protetores de Santa Cruz do Sul

Segundo uma das voluntárias, ele estava deitado e teria mexido apenas uma orelha quando elas se aproximaram. Na primeira tentativa de resgate, as jovens ficaram com medo de machucar ainda mais o cachorro e acionaram o Canil Municipal. Agentes foram até o local e conseguiram tirar o pastor alemão, enquanto ele uivava de dor. O resgate foi registrado pelas voluntárias da ONG em um vídeo no Facebook.

Assista:

O animal foi imediatamente levado à Policlínica Veterinária, que é parceira da Prefeitura de Santa Cruz. Conforme os Protetores, o cachorro tinha um grande ferimento na cabeça, provavelmente causado por uma agressão com uma madeira ou pedra, e tinha bicheiras. A suspeita do grupo é de que ele tenha sido deixado no local durante a madrugada ou no início da manhã.

Conforme a Policlínica, o estado do pastor alemão é grave porque o sistema nervoso dele foi comprometido pelo ferimento na cabeça. A bicheira já foi retirada e ele está em observação para ver como deve reagir nos próximos dias. Segundo a clínica, ele está sendo medicado e somente será liberado após se recuperar completamente.

Por Naiara Beatriz Silveira

Fonte: GAZ

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.