Cão foi maltratado, mas não houve zoofilia, diz veterinária de Anastácio, MS – Olhar Animal
Urso tem dificuldades para se locomover. (Foto: Luiz Guido JR)

Cão foi maltratado, mas não houve zoofilia, diz veterinária de Anastácio, MS

Resgatado de uma residência na Avenida Porto Geral, em Anastácio, onde havia suspeita da prática de zoofilia, que consiste em sexo com animais, o cão que atende pelo nome de Urso foi maltratado. Porém, de acordo com laudo expedido pela veterinária Suelen Guessuy Braga, da Secretaria Municipal de Saúde do município, não há sinais de violência sexual.

O bicho foi encontrado na terça-feira, oportunidade em que foi constatado que estava com lesão na pata traseira direita, com parasitas, magro e apático. A proprietária disse que Urso foi atropelado há dois meses, mas que ela não procurou ajuda veterinária por não ter condições financeiras.  No dia seguinte, foi feita nova visita para verificar o animal.

A responsável foi então orientada novamente a procurar apoio veterinário, mas ela reiterou não ter condições. Foi recomendado então que ela encaminhasse Urso para adoção, mas ela se recusou. Diante destes fatos, foi comprovado maus-tratos por negligência em assistência veterinária. Suelen disse ainda que não foi encontrado indício de zoofilia, mas que o cão ficava bastante amedrontado na presença de figuras masculinas.

Fonte: O Pantaneiro 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.