Testemunhas filmaram animal e partilharam na net. Caso ocorreu em Benavente. - Getty Images

Cão queimado e sem patas em ritual, em Benavente, Portugal

O cadáver em decomposição de um cão queimado, e com as quatro patas cortadas, foi esta terça-feira encontrado perto do recinto de uma ETAR, em Samora Correia, no concelho de Benavente.

A macabra descoberta foi feita por uma mulher que passeava o cão de estimação, e que rapidamente alertou a GNR. O animal morto tinha ainda, a envolver o pescoço, uma corrente com cerca de um metro de comprimento, o que faz supor que possa ter sido levado de uma propriedade, onde servia de animal de guarda.

O CM sabe que não é de descartar a possibilidade de estarmos perante um ritual de bruxaria, de contornos ainda por apurar. Na zona onde os restos mortais foram encontrados já foram encontrados partes de corpos de outros animais, como gatos e coelhos, alvos de sevícias parecidas.

Vários populares fotografaram e filmaram o cadáver do cão junto à ETAR, da Murteira, em Samora Correia, e difundiram as imagens pelas redes sociais.

Só ao final da tarde é que a GNR se deslocou ao local, com militares do posto territorial e do SEPNA, para fazer a recolha dos restos mortais do cão alvo do alegado ritual de bruxaria.

Por Miguel Curado

Fonte: CM / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.