Pit bull é resgatada após casal pedir recompensa em Goiânia, Goiás (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Casal é suspeito de ‘sequestrar’ pit bull e cobrar resgate da tutora após animal comer tênis, em Goiânia

Um casal é suspeito de furtar uma cadela da raça pit bull no Setor Marista, em Goiânia, e cobrar resgate da tutora. Em uma troca de mensagens, uma pessoa diz que valor é pelo fato do animal ter comido um tênis no valor de R$ 900. Um vídeo mostra o momento em que um homem sai carregando o animal tranquilamente pela rua (veja abaixo).

VÍDEO: Video mostra homem furtando pit bull no Setor Marista, em Goiânia

A cadela de 8 meses foi furtada no dia 31 de julho. Uma câmera de segurança registra quando um homem coloca o animal embaixo do braço e sai andando pela rua. A tutora do animal, que não quis ter a identidade divulgada, disse que estava na casa do sogro quando o animal escapou por uma abertura no portão.

Após o crime, a tutora conseguiu o contato da esposa do suspeito de levar o cachorro e começou a trocar mensagens. Em determinado momento, a mulher pediu dinheiro para devolver o animal. “Tem recompensa? Comeu um tênis do meu esposo de R$ 900 reais”, disse na mensagem.

Mensagem mostra mulher pedindo resgate para devolver pit bull em Goiânia (Foto: Polícia Civil/Divulgação)
Mensagem mostra mulher pedindo resgate para devolver pit bull em Goiânia (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A tutora do animal, que não quis ter a identidade divulgada, disse que a pessoa que cobrou o resgate disse que, ou a família dava um novo tênis ou pagasse o valor de R$ 250. “Foi um susto muito grande. Não queríamos essa exposição toda, envolver a polícia, só queríamos nossa cachorra de volta. Mas como não teve outra alternativa, tivemos que ir até a delegacia”, disse a mulher.

Os agentes da Delegacia Estadual do Consumidor (Decon), então, conseguiram, por meio da troca de mensagens, localizar a casa dos suspeitos no Setor Urias Magalhães. O animal foi localizado no imóvel e resgatado.

“Quando chegamos ao imóvel, o casal não estava lá, eles deixaram o pit bull com uma outra familiar. E como a mulher que estava trocando mensagens compareceu espontaneamente na delegacia, não houve flagrante e ela não foi presa”, disse o delegado Webert Leonardo.

Agora, os dois serão ouvidos pela polícia. Eles serão investigados por furto e constrangimento ilegal.

Por Vitor Santana, G1 GO

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.