A parceria também prevê o serviço no dia 02 de junho - Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

Castração de animais em bairros de Garibaldi (RS) ocorre pela primeira vez neste sábado

A castração de animais em bairros de Garibaldi ocorrerá pela primeira vez neste sábado (5) no bairro Fenachamp. O serviço será feito por uma equipe da Universidade de Caxias do Sul (UCS) em um ônibus adaptado, chamado de “Castramóvel”. Serão castrados 40 cães e gatos no salão comunitário, das 8h às 12h e das 14h às 18h. As vagas são limitadas e os donos dos animais já fizeram as inscrições no posto de saúde do bairro.

Conforme a secretária de Saúde de Garibaldi, Simone Agostini de Moraes, a parceria do município com a UCS também prevê o serviço no dia 02 de junho nos bairros Bela Vista I e Bela Vista II. O período de inscrições dos moradores desses bairros ainda não foi divulgado.

A secretária explica que o Castramóvel tem uma equipe de médicos veterinários que dão aulas em disciplinas da UCS que envolvem cirurgia. Estudantes da universidade também estarão presentes na ação. Segundo Simone, a ideia é celebrar um convênio com a instituição de ensino de forma contínua para que, a cada mês, no mínimo 40 animais sejam castrados em diferentes bairros da cidade. Para que isso ocorra, ainda é necessário um alinhamento entre o município e a UCS, e o convênio precisará de autorização da Câmara.
Leia Mais

Lei que prioriza castração de animais de rua em Bento começa a vigorar em 45 dias
Lei que prioriza castração de animais de rua em Bento começa a vigorar em 45 dias

A castração nos bairros é uma proposta da prefeitura para que o serviço seja oferecido em áreas com maior vulnerabilidade social, para pessoas que não teriam condições financeiras para bancar um procedimento particular de castração. Simone também observa que, em bairros onde passam rodovias, costuma haver um maior número de abandono de animais. Conforme a secretária, encerrou em novembro um serviço contratado pela prefeitura para castração de 60 animais por mês. Muitas vezes, segundo Simone, as pessoas que buscavam este serviço teriam condições de pagarem pelos procedimentos.

Por Diego Mandarino

Fonte: Zero Hora

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.