O cachorro que vivia solto na loja do Carrefour teria sido envenenado e espancado até a morte por um segurança Foto: Reprodução/Facebook

Polícia aponta segurança como autor da morte de cachorro no Carrefour

O segurança da loja foi responsável pela agressão que resultou na morte do cãozinho ‘Manchinha’, no dia 28 de novembro, na loja do Carrefour de Osasco, na Região Metropolitana de São Paulo. Essa é a conclusão do inquérito encerrado nesta terça-feira, 18, pela Delegacia do Meio Ambiente do município. Conforme a Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP), o relatório foi enviado ao Juizado Especial Criminal “com indicação de autoria ao segurança do mercado”. A promotoria decidirá se aceita a conclusão e encaminha o caso à Justiça.

Abandonar, acorrentar ou alojar cães em locais inadequados pode dar multa de até R$6 mil em Osasco, SP

Abandonar, acorrentar ou alojar cães em locais inadequados pode dar multa de até R$6 mil em Osasco, SP

Começou a tramitar, na Câmara de Osasco, o projeto de autoria do vereador Ralfi Silva (Podemos) que impede a prática de maus-tratos a animais. A proposta proíbe que sejam confinados, acorrentados e alojados inadequadamente. Quem for pego descumprindo as regras, sejam pessoas físicas ou jurídicas, será punido com multa de R$ 6.080,50 por bichinho. Os valores recolhidos das infrações serão revertidos para o Fundo do Bem-Estar Animal. A proposta, segundo o parlamentar, visa fazer com que “essa atrocidade seja banida, permitindo que os animais tenham seus direitos assegurados”.

Lei que aumenta pena para crime de maus-tratos PREJUDICA animais

Lei que aumenta pena para crime de maus-tratos PREJUDICA animais

Tramita no Congresso Nacional o PLS 470/2018, projeto de lei proposto pelo senador Randolfe Rodrigues (REDE/AP), que modifica o artigo 32 da lei 9.605/98, para aumentar as penas do crime de maus-tratos e responsabilizar os estabelecimentos comerciais que concorrerem para as práticas criminosas previstas na referida norma.