Plantão voluntário será realizado durante a queima de fogos na virada do ano (Foto: Fabiana Figueiredo/G1)

Voluntários trocam festas de réveillon para tranquilizar cães durante queima de fogos no AP

A chegada do Ano Novo é marcada pela tradicional queima de fogos de artifícios. Mas o que para muitos é momento de festa, para tutores de cães é sinônimo de preocupação. O som intenso dos fogos provoca medo e agitação nos animais e gera riscos para a saúde deles. Por essa razão, em Macapá, um grupo de voluntários da ONG Anjos Protetores decidiu trocar as festas da virada de ano para acalmar cães e gatos atendidos na unidade.

Preocupação com fogos de artifícios é resultar em acidentes dos animais (Foto: Cassio Albuquerque/Arquivo G1)

Fogos de artifício em festas de fim de ano preocupam reserva ambiental do AP

A administração da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) – Revecom está trabalhando para conscientizar a população que mora próximo ao bairro Vila Amazonas, em Santana. A preocupação é com a queima de fogos de artifícios, comum nas festas de fim de ano. O barulho tem causado estresse e problemas de saúde nos animais abrigados.

Répteis estao entre as espécies mais recuperadas (Foto: Divulgação/Batalhão Ambiental)

Batalhão Ambiental resgatou mais de 230 animais silvestres em 2017 no Amapá

Os dois filhotes de jacaré encontrados na segunda-feira (25) no terreno de uma residência, na Zona Norte de Macapá, aumentaram ainda mais a quantidade de animais silvestres apreendidos em áreas urbanas ao longo de 2017 no estado. Segundo o Batalhão Ambiental da Polícia Militar (PM) foram 237 bichos resgatados desde janeiro, sendo a maioria répteis e aves.