Vaquejada entra novamente em pauta no STF

Vaquejada entra novamente em pauta no STF

Tema deve ser julgado no dia 9/8. Em novembro do ano passado, medida cautelar pediu que o órgão suspendesse as leis que regulam a atividade

A Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4983, que julga a prática da vaquejada, será discutida novamente no Supremo Tribunal Federal (STF) no próximo dia 9/8.

Nove pássaros silvestres são apreendidos pela Polícia Militar do DF

Policiais ouviram o canto das aves durante um patrulhamento e encontraram os animais em gaiolas

A Polícia Militar apreendeu nove pássaros silvestres neste sábado (30/6) em Arapoanga, Planaltina. Os animais estavam em gaiolas dentro de uma residência da região. As aves eram das espécies coleirinho, baiano, canário da terra, galo de campina, pássaro preto e patativa.

Foto: PMDF/Divulgação

PM resgata gatos-do-mato capturados em armadilha no Gama, DF

O morador contou que montou uma armadilha, porque as galinhas da propriedade estavam sendo comidas pelos felinos.

Dois gatos-do-mato adultos foram resgatados por policiais militares do Batalhão Ambiental, por volta das 10h desta quinta-feira (21), na Vicinal 351, Ponte Alta de Baixo, no Gama.

Operação resgata aves mantidas em cativeiro, em Planaltina. - Fotos: Myke Sena/Jornal de Brasília

Operação resgata mais de 90 pássaros mantidos em cativeiro

Mais de 90 pássaros mantidos em cativeiro foram apreendidos em uma operação de combate ao tráfico de animais silvestres em Planaltina, DF. Um homem foi preso pelo crime. A operação “Voo Livre” foi deflagrada nesta quarta-feira (20) pela Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) , em parceria com o Instituto Brasília Ambiental (Ibram).

Thor morreu após ser baleado pelo sargento da PM (Foto: Arquivo pessoal)

Policial militar é acusado de matar cachorro a tiro em Ceilândia, DF

Sargento da PM alega defesa contra ataque do cachorro, mas a tutora do animal contesta a versão. O bicho morreu após atendimento veterinário

Um sargento de 41 anos da Polícia Militar atirou contra um cachorro da raça pitbull, chamado Thor, na QNO 5, no Setor O, em Ceilândia. O militar alega que o animal teria atacado o cão dele e, por isso, precisou disparar a arma.