Cãozinho perde a orelha após reação alérgica a tingimento de pelos

Cãozinho perde a orelha após reação alérgica a tingimento de pelos

Tingir o pelo do seu animal pode até parecer uma ideia fofa, mas é melhor pensar duas vezes antes de investir nesta mudança, como mostra a situação ocorrida com uma tutora tailandesa. Seu cachorro perdeu a orelha devido a uma reação alérgica ocasionada pelo tingimento dos pelos. A história foi compartilhada pela usuária do Facebook Ampaipan Wachaporn.

Notícia oficial: Austrália aprova lei pelo fim dos testes cosméticos em animais!

Notícia oficial: Austrália aprova lei pelo fim dos testes cosméticos em animais!

Austrália em parceria com a Humane Society International, trabalhará para manter a proibição e o fim dos testes em animais, buscando para isso outros métodos e alternativas de testar produtos cosméticos. Visando alcançar essa meta, na semana passada, o Senado da Austrália sancionou a Lei de Químicos Industriais, proibindo, de forma efetiva em todo o país, os testes cosméticos em animais.

Lam Yik Fei / NYTNS

Hong Kong: encruzilhada do tráfico de animais

Era uma terça-feira à noite, em dezembro de 2017, quando as vans pararam na Alameda Island House, uma plácida rua lateral de conjuntos residenciais e jardins comunitários no bairro suburbano de Tai Po.

Uma foto partilhada nas redes sociais.

Alguns semáforos na Europa estão a pedir às pessoas para se tornarem vegans

Em vez de ser verde para andar e vermelho para parar, é verde para “torne-se vegan” e vermelho para “deixe a carne”. Nos últimos meses, dezenas de semáforos em Bruxelas, na Bélgica, fazem mais do que ordenar o trânsito: tentam encorajar os cidadãos a pararem de comer carne e a tornarem-se vegans para salvar o planeta e o ambiente.

Fotos: CRISTIANO LUÍS

A vida (e a morte) dentro de um matadouro português

Este podia ser qualquer matadouro do país, mas é aquele ao qual Cristiano Luís teve acesso, após inúmeros estabelecimentos lhe terem fechado as portas. O sigilo fez parte do processo negocial. “Percebe-se porquê depois de vermos as imagens”, observa o fotógrafo, em entrevista ao P3.

Papagaios africanos foram transportados ilegalmente pela Turkish Airlines (Proteção Animal Mundial/Divulgação)

ONG denuncia Turkish Airlines por tráfico de animais

Em agosto de 2018, a ONG Proteção Animal Mundial descobriu que papagaios-cinzentos, ou papagaios-do-congo, espécie africana, foram transportados pela companhia aérea Turkish Airlines entre Kinshasa, capital da República Democrática do Congo, e o Kuwait, via Istambul, com mais de 60 animais encontrados mortos no local de destino. A investigação foi divulgada pela ONG neste mês com a campanha “Animal Silvestre Não É Pet”.