Antes e depois de cadela agredida com marretadas na cabeça — Foto: Arte G1

Cadela agredida com marretadas na cabeça recebe alta e ganha novo lar

A cadela ‘Princesa’, que foi atacada com marretadas na semana passada, teve alta na tarde desta quinta-feira (13). Ela estava internada em uma clínica de Palmas desde que foi agredida na cabeça e teve o corpo pintado de vermelho para disfarçar o sangramento. O animal, que gerou comoção nas redes sociais com o caso, foi adotado por uma professora e já saiu da clínica para um novo lar. “É minha filha agora!”, disse Cláudia Gonçalves.

Homem que deu marretadas na cabeça de cadela diz que agressão foi em 'momento de raiva'

Homem que deu marretadas na cabeça de cadela diz que agressão foi em ‘momento de raiva’

O pintor Pedro França, que agrediu uma cadela com marretadas na cabeça em Lajeado, falou sobre o caso à TV Anhanguera. Ele confessou o crime e tentou explicar o motivo. “Eu estava em um momento de raiva, um momento nervoso”, disse. França não soube informar porque jogou tinta vermelha sobre o animal. “Como é que eu vou explicar pro senhor? Como é que eu vou jogar um monte de tinta? Poderia ter sido azul, verde, vermelha”.

Cachorro foi abandonado em casa após mudança — Foto: Divulgação

Tutor muda de casa e abandona cachorro com sintomas de calazar, em TO

Um cachorro foi resgatado na manhã desta quarta-feira (5) por agentes da Delegacia de Crimes contra o Meio Ambiente em Palmas. O animal foi abandonado na porta de uma casa na quadra 509 Sul depois que o tutor se mudou. Conforme a polícia, o bicho apresenta sintomas avançados de leishmaniose, conhecida como calazar.