Centro de Bem-Estar Animal de Joinville (SC) permanecerá interditado até fevereiro de 2019

Centro de Bem-Estar Animal de Joinville (SC) permanecerá interditado até fevereiro de 2019

O Centro de Bem-Estar Animal de Joinville, que está fechado para internação de novos animais desde 4 de julho, não tem previsão de desinterdição até fevereiro de 2019. O prazo foi informado pelo gerente da unidade, Fernando Wendhausen Rothbarth. A interdição do local ocorreu depois de um novo surto de cinomose, uma doença altamente contagiosa que ataca o trato respiratório, digestivo e neurológico dos cães. Com isso, além de o local não receber novos animais, nenhum interno pode ser doado, mesmo que esteja sadio.

Prefeitura de Aracaju realiza ação contra maus-tratos a animais neste domingo, 16

Com a proposta de sensibilizar a população aracajuana a respeito da situação de abandono e maus-tratos vivenciados por animais domésticos e silvestres, reforçando a importância de respeitá-los, no próximo domingo (16), a Prefeitura de Aracaju, através da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema), realizará a segunda edição do projeto Amigo Animal. O evento ocorrerá na Orla de Atalaia, zona Sul da capital, das 15h às 18h.

Recife (PE) ganha Fórum de Defesa Animal

Recife (PE) ganha Fórum de Defesa Animal

A partir de janeiro, o Recife contará com o seu próprio Fórum Municipal de Proteção e Defesa Animal. O colegiado, a ser formado por parlamentares, movimentos sociais, ONGs e representantes da sociedade civil, terá a função de discutir estratégias que pautem políticas públicas voltadas à causa animal, além de receber denúncias de maus-tratos.

Projeto foi aprovado na Alerj e segue para sanção do governador - Foto: Divulgação

Rio de Janeiro pode ganhar delegacia especial de proteção animal

Criar a Delegacia Especial de Proteção Animal, destinada ao registro e investigação de abusos, maus-tratos e outras condutas cruéis. Esse é objetivo do projeto de lei 2.960/10, do deputado Paulo Ramos (PDT), que foi aprovado, em segunda discussão, pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) nesta sexta-feira (06).

População animal de Goiânia sofre com a falta de atenção do poder público

População animal de Goiânia sofre com a falta de atenção do poder público

Nesta semana, o caso do cachorro que foi espancado e morreu na porta de uma loja da rede de supermercados Carrefour, em Osasco (SP), causou revolta nas redes sociais e chamou a atenção do país para a questão dos maus tratos e abandono de animais. Em Goiânia, devido à ausência de políticas públicas, a população animal também cresce de forma desordenada e sem a atenção necessária.