SP presidenteprudente cavalo agonizando thumb

Cavalo agoniza em rua e moradores se mobilizam para ajudar

Animal adoeceu e está deitado na via há cerca de três dias. CCZ e bombeiros foram acionados para a remoção do equino.

Por Stephanie Fonseca

SP presidenteprudente cavalo agonizandoMoradores da Rua Pedro Toledo Coca, no Residencial Francisco Belo Galindo, em Presidente Prudente, SP, se mobilizaram para ajudar um cavalo que há cerca de três dias adoeceu, não consegue se levantar e está agonizando no local. A prefeitura, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e o Corpo de Bombeiros foram acionados para a remoção do equino, no entanto, até o momento desta publicação, nesta sexta-feira (12), não foi atendido. 

Conforme uma dona de casa, de 38 anos, que não quis ser identificada e reside nas proximidades, falou que o cavalo estava em posse de um rapaz que no bairro. No entanto, nos últimos dias, o suposto dono parou de cuidar do animal. “Um vizinho viu o cavalo caído no asfalto e chamou todo mundo para tentar ajudar a levantá-lo [o cavalo]”, relata.

A mulher ainda contou que alguns moradores conseguiram arrastar o cavalo até o final da rua, que não tem saída, e montaram uma pequena cobertura para tentar escondê-lo do sol. “Ele está agonizando, só de ver no olhar do animal, dá para perceber que ele está mal”, diz a moradora. “Ninguém sabe quem é o verdadeiro dono do cavalo”, acrescentou.

De acordo com o funcionário público Márcio Roberto de Souza, 37 anos, o cavalo está nas proximidades há alguns dias. Moradores perceberam que o animal estava sem água e ração e começaram a cuidar do equino. “Ele adoeceu e não conseguia levantar, ligamos para o Corpo de Bombeiros e para o CCZ, mas ninguém veio ainda”, alegou.

O subtenente Marcos Bratifisch, do Corpo de Bombeiros, afirmou que nenhuma ocorrência foi registrada, pois este tipo de serviço é de responsabilidade do Centro de Controle de Zoonoses. “Possivelmente, o atendente orientou que a prefeitura fosse avisada, para que o veterinário da zoonose possa dar um disgnóstico do que deve ser feito com o animal, ou seja, se tem condições de recuperação ou se deverá ser sacrificado”, disse.

O subtenente ainda esclareceu que, quando o animal oferece riscos à saúde ou, por exemplo, se ele cair em um poço, o centro pode solicitar o auxílio da corporação para a remoção. “No caso do cavalo, ele não oferece risco e nesta situação, com o animal deitado, não temos condições de transportá-lo, só se houver um veículo com carroceria”, explicou.

Por telefone, a equipe de reportagem do G1 entrou em contato com o CCZ, porém foi informada que o diretor do órgão, Célio Nereu, não estava no local. Ainda na ligação, uma atendente afirmou que um motorista estava aguardando a liberação de alguns documentos para recolher o equino.

Fonte: G1

TO palmas cavalo recolhido pela guarda thumb

Cavalo abandonado para morrer é resgatado em terreno de Palmas, TO

Animal foi encontrado pela Guarda Metropolitana, na região sul da capital. Estudante se ofereceu para cuidar do cavalo até o tutor ser localizado.

TO palmas cavalo recolhido pela guarda

Um cavalo abandonado foi encontrado caído e com a saúde fragilizada no setor Santa Fé, região sul de Palmas, nesta quarta-feira (10). Segundo a Guarda Metropolitana, que fez o atendimento, o animal tem cerca de 6 anos e “apresentava sinais de fraqueza, não conseguia ficar em pé e passou a maior parte do tempo deitado em um monte de areia num lote baldio”.

Segundo a Prefeitura de Palmas, o estudante Eduardo Linhares Galvão Amorim se ofereceu para ficar responsável pelo animal e cuidar da saúde dele. Para ficar com o cavalo, Amorim precisou assinar o termo de fiel depositário, que é a atribuição dada a alguém para assumir a guarda de determinado bem.

O animal ficará sob a responsabilidade do estudante até que o tutor apareça ou seja localizado. De acordo com a Guarda Metropolitana, o tutor do cavalo poderá responder criminalmente por maus-tratos e abandono de animal em via pública e ainda pagar multa de R$ 1,5 mil.

Fonte: G1

MS ponta pora IMG-20140903-WA0015 thumb

Égua abandonada é recolhida pelo CCZ de Ponta Porã, MS

MS ponta pora IMG-20140903-WA0015

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) do Governo Municipal de Ponta Porã recolheu nesta semana nas proximidades do horto florestal uma égua que estava abandonada e perambulando pelas ruas da cidade. Segundo informações do veterinário Dr. Avelino de Osti os tutores abandonam esses animais uma vez que eles acreditam que já está esgotada a vida útil de trabalho.

Dr. Avelino informou ainda que existe indícios que a égua recebia maus-tratos, e ainda está em péssimas condições de saúde “possivelmente a égua foi abandonada pelo tutor, e ainda por ser um animal de tração existe indícios de abusos e maus-tratos por conta da ignorância de seus tutores, pois nessas condições o proprietário acredita já não serve para o trabalho” ressaltou.

Uma vez recolhida pelo CCZ, o animal fica aguardando o possível resgate através do pagamento de multa, se isso não ocorrer, o animal irá receber os atendimentos preliminares, com uma alimentação saudável e receber os devidos exames para constatar verminose e babesia (doença transmitida por carrapatos), se constatado e após o tratamento, o animal ficará disponível para adoção.

O veterinário ainda manifestou que na grande maioria dos casos é muito difícil encontrar o tutor desses animais, e muito deles, uma vez que são recuperados com o devido tratamento, ainda tem muita vida útil para o trabalho rural, principalmente nos assentamentos, posteriormente ficamos monitorando essas adoções.

Fonte: Repórter MS

PE recife cavalo cai em canal da agamenon thumb d

Cavalo é resgatado após cair em canal, no Recife

Corpo de Bombeiros ajudou a resgatar animal, que passa bem. Homem entrou em canal para ajudar a colocar cordas no cavalo.

PE recife cavalo cai em canal da agamenon

Um cavalo caiu no canal da Avenida Agamenon Magalhães, no Bairro do Torreão, área central do Recife, no início da tarde desta terça-feira (9). Segundo a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), o local onde o animal caiu fica no trecho entre o Hospital Unicords e a lombada eletrônica da avenida.

A CTTU não soube informar como o cavalo caiu no canal. O animal foi retirado com ajuda do tutor e do Corpo de Bombeiros e, ainda de acordo com a CTTU, ele passa bem. Uma parte da pista foi interditada para que o cavalo fosse retirado, mas já foi liberada.

PE recife cavalo e resgatado

Fonte: G1

MA imperatriz prisaoleg030614 thumb

PM prende carroceiros por maus-tratos de animais em Imperatriz, MA

MA imperatriz prisaoleg030614

Dois carroceiros foram presos pela Polícia Militar na manhã desta quinta feira na Avenida Getúlio Vargas, esquina com a Rua Sergipe, a prisão aconteceu depois de denuncias de populares, que os acusaram de maus-tratos aos animais. Um dos carroceiros reagiu a prisão, tendo que ser algema pelos pés.

Populares informaram que os dois carroceiros estavam colocando carga acima do peso nas carroças, inclusive um dos animais chegou a cair no chão, mesmo caído o dono do animal continuou espancando o animal, os dois animais apresentavam varias marcas de espancamento, os dois homens foram apresentados na Delegacia do 1º Distrito Policial.  

MA imperatriz 10443445 676328339082499 2181395038288522699 n

MA imperatriz legcavalo030714

MA imperatriz 10492456 652136721542893 7923346568667770578 n

MA imperatriz 10524704 652136948209537 7096301321373279140 n

Fonte: Asmoimp

Mais notícias 

{module [427]}

{module [425]}

PE recife Foto Andrea Rego Barros

Recife ficará livre dos veículos de tração animal

Sancionada pelo prefeito Geraldo Julio nesta quinta, lei suspende maus-tratos e garante inserção de carroceiros no mercado de trabalho. 

O Recife vai acabar com a circulação de veículos de tração animal, condução de animais com cargas e trânsito montado nas ruas da cidade. O prefeito Geraldo Julio sancionou, nesta quinta-feira (24), o Projeto de Lei 30/2013*, que proíbe essas práticas. Aprovada por unanimidade na Câmara de Vereadores, com 34 votos favoráveis, a legislação entrará em vigor daqui a 120 dias, em 1º de março de 2014 (a notícia foi veiculada em outubro/2013). A lei também veda a realização de vaquejadas, rodeios e eventos afins no Município.

Para garantir a inserção dos carroceiros e suas famílias no mercado de trabalho, a PCR realizará uma ação conjunta por meio de várias secretarias. Para tal, esses profissionais já estão sendo cadastrados e passarão por uma capacitação. Apenas os que não conseguirem se encaixar em outra área de atuação receberão um benefício eventual no valor de R$ 1,5 mil, a ser pago em três vezes, bem como cestas básicas durante o mesmo período. O cadastro pode ser feito em qualquer um dos CRAS e nas escolas municipais.

Geraldo Julio argumentou que lei sancionada hoje, a partir de um projeto enviado pela PCR, representa a preocupação do governo em inserir as famílias dos carroceiros no mercado de trabalho. “Essa é uma atividade muito degradante para esses profissionais e queremos ter toda a atenção dedicada ao segmento, para que eles consigam o seu sustento com mais qualidade de vida e dignidade. Também é importante ressaltar o cuidado com a cidade e com os animais, que, muitas vezes, têm o tratamento inadequado. Essa ação será transformadora para o Recife”, afirmou o prefeito, destacando também os ganhos para a mobilidade.

A Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) e a Polícia Militar serão responsáveis por fiscalizar o cumprimento da lei. Quem infringir a norma, terá o cavalo e a carroça apreendidos. Esses animais serão transportados para um sítio a ser alugado pela PCR fora do Recife. A restituição do veículo e do animal poderá ser feita a partir do pagamento de taxas referentes ao transporte e aos dias de permanência no local, sendo computado um acréscimo de R$ 10 por dia de atraso.

O animal só poderá ser retirado do sítio mediante comprovação de que será conduzido para a área rural do Município. Os animais que não forem resgatados pelos condutores no prazo de 15 dias poderão ser doados a organizações protetoras. Já os veículos serão destruídos. Em caso de reincidência da prática, será cobrada uma multa no valor de R$ 500. Todas as atividades serão supervisionadas pela Secretaria Executiva de Direitos dos Animais e contarão com uma força tarefa formada pelas pasta de Juventude e Qualificação Profissional e Mulher.

O prefeito do Recife salientou outras iniciativas da PCR na área de defesa dos animais, a exemplo das campanhas de adoção, que garantiu um lar para mais de 300 cães e gatos, e de castração gratuita, além da construção do primeiro hospital público veterinário da cidade. “A Secretaria Executiva de Direitos dos Animais é uma inovação do nosso governo. Nós somos a terceira secretaria desse tipo no Brasil. Essa é uma área que, assim como as outras, requer muita atenção porque veio da demanda da própria população”, assegurou Geraldo Julio.

Secretário Executivo de Direitos dos Animais, Rodrigo Vidal classificou o dia de hoje como marcante por representar um novo paradigma para o Recife. “É um projeto para o bem comum dos recifenses, pois trabalha a inclusão social das famílias dos carroceiros, melhora o trânsito e cuida dos animais. É um salto civilizatório, um exemplo que a gestão do prefeito Geraldo Julio está dando para o Brasil “, finalizou.

Gildo José dos Santos, 56 anos, acompanhou atento toda a solenidade. O carroceiro, que é morador da comunidade de Chão de Estrelas, acredita que a iniciativa representa uma nova oportunidade para a sua vida. “Eu espero conseguir um emprego melhor que garanta o sustento da minha família. Isso é o que importa, o resto a gente vai levando. Estou com esperança”, disse. 

Fonte: Prefeitura de Recife

Nota do Olhar Animal: Observação apenas sobre as possíveis destinações dos cavalos apreendidos. No vídeo, são citadas pelo secretário de direitos animais o encaminhamento para “pequenos trabalho, equoterapia e aposentadoria”. Os animais deveriam ser todos definitivmente aposentados, livrando-os de todas as formas de exploração. No mais, parece uma ótima iniciativa se implantada nos moldes anunciados. Há que se destacar a amplitude da lei, que também proíbe a realização de vaquejadas e rodeios, além de prever ações de inclusão social dos carroceiros. Que seja replicada em outras cidades.

O texto do PL 30/2013 está disponível em http://www.legisweb.com.br/legislacao/?id=261194. A despeito das exclusões, ainda é um avanço, na medida que abole a exploração de um grupo de animais ao invés de buscar regulamentá-la.

Filhote ficou junto da mãe mesmo após ela ter morrido (Foto: Arquivo Pessoal / Priscila Correa)

Égua morre após ficar amarrada e filhote não abandona o corpo da mãe

Animal estava preso e exposto ao sol sem comida ou água. Prefeitura informou que irá até o local verificar a situação.

Uma égua morreu após ter sido amarrada por seu tutor e deixada exposta ao sol sem água e comida no bairro Tude Bastos, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Junto ao animal, estava um filhote que continuou ao lado da mãe durante várias horas, mesmo após ela morrer.

De acordo com informações de moradores, a prática de deixar os animais amarrados sem cuidados é comum na região próxima à pista de kart. A internauta Priscila Correa enviou imagens flagrando o momento. “É uma crueldade o que fazem com os animais. Os tutores os prendem e não colocam comida ou água, deixando os cavalos nesse calor”, afirma.

Por meio de nota, a Prefeitura de Praia Grande informou que uma equipe irá até o local verificar a situação. A Prefeitura também afirma que fiscalizam este tipo de conduta. Confira a seguir a nota na íntegra.

A Secretaria de Saúde Pública de Praia Grande (Sesap) informa que enviará uma equipe do Centro de Controle de Zoonoses ao local para analisar as questões mencionadas e tomar as devidas providências para solucioná-las. A Sesap ressalta ainda que vem fiscalizando em todos os bairros da Cidade este tipo de conduta inapropriada de tutores deste tipo de animal. Os tutores são autuados, e em caso de reincidências podem ser até multados. A Secretaria pede a colaboração dos munícipes para evitar abusos deste tipo.

Fonte: G1