Fotos: Guarda Ambiental

Causa da morte de pinguins será investigada

O Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP) investigará o que está causando a morte de pinguins no litoral catarinense, principalmente entre Governador Celso Ramos e Barra Velha. Em Balneário Camboriú, 34 pinguins-de-magalhães foram encontrados sem vida em quatro praias nesta quinta-feira (13).

Os animais estavam na Praia Central (6), Praia de Taquaras (8), Praia do Pinho (2) e na Praia de Laranjeiras (18). Provenientes da Patagônia, eles são comuns nesta época do ano no litoral catarinense, para onde vão em busca de alimentação via correntes marítimas. Os pinguins foram localizados pelo Grupo de Proteção Ambiental (GPA) da Guarda Municipal, que foi acionado após uma ligação a Central de Operações 153 às 5h.

“Esta mortandade vem acontecendo em diversas praias do Litoral. Não se trata de uma ocorrência apenas em nossa cidade, mas em diversas outras praias do litoral catarinense. A causa mortis está sendo analisada pelo PMP/UNIVALI”, disse o secretário do Meio Ambiente, Ike Gevaerd.

Em conjunto com o Grupo de Proteção Ambiental da Guarda Municipal, a Secretaria do Meio Ambiente (SEMAM) realiza com frequência fiscalização para coibir irregularidades no mar, como o uso de redes de pesca. Outras ações serão definidas após o PMP concluir as investigações sobre a causa da morte dos animais.

Fonte: BC Notícias

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.