Bombeiros utilizaram cerca de três mil litros de água (Foto: Alerta Rolim/Reprodução)

Cavalo cai em fossa e é resgatado pelo Corpo de Bombeiros em Rolim de Moura, RO

Um cavalo foi resgatado por uma equipe do Corpo de Bombeiros após cair dentro de uma fossa no Loteamento Esplanada, em Rolim de Moura (RO), a 402 quilômetros de Porto Velho, na madrugada de terça-feira (27). Para retirar o animal do local, os bombeiros levaram cerca de 20 minutos, utilizando um procedimento chamado alagação. O animal saiu ileso.

De acordo com o bombeiro militar, sargento Adriano Kroetz, o proprietário de uma residência construída no loteamento ligou para o Corpo de Bombeiros. Ele informou que um cavalo havia caído em uma fossa feita no terreno da casa. No local, pode ser verificado que a fossa, onde o animal caiu, estava coberta apenas com tábuas, que provavelmente tenham apodrecido, não suportando o peso do animal.

“O proprietário do local não era o dono do animal. Ele contou que o cavalo caiu por volta das 0h30, mas só fomos acionados a 1h10. Após chegarmos ao local, com 20 minutos de trabalho, conseguimos tirar o animal ileso de dentro da fossa”, contou Adriano.

Para o resgate, os bombeiros utilizaram um procedimento chamado alagação. Para isso, foram utilizados cerca de três mil litros de água na fossa de aproximadamente dois metros de profundidade.

“A fossa estava cheia até pela metade. Antes de fazermos a alagação, cavamos parte do buraco, fazendo tipo uma rampa. Em seguida, alagamos e o animal vai boiando e usando a rampa para sair do buraco, isso chamamos de alagação. Nossa equipe também ajuda, puxando o cavalo com uma corda”, explicou o sargento.

Cavalo foi resgatado ileso (Foto: Alerta Rolim/Reprodução)
Cavalo foi resgatado ileso (Foto: Alerta Rolim/Reprodução)

Alerta

Os bombeiros alertam para que a população evite tampar fossas com tábuas, pois com o tempo elas apodrecem e podem causar acidentes. “Dessa vez foi um animal, mas poderia ter sido uma pessoa”, alerta o profissional.

O tutor do animal não foi localizado, e o cavalo ficou no terreno onde havia caído.

Por Magda Oliveira

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.