Centro de Zoonoses explica motivo da não retomada de castração de animais em Campina Grande, PB

173
Foto: Codecom-CG / Arquivo
Foto: Codecom-CG / Arquivo

O coordenador do Centro de Zoonoses de Campina Grande, Marinaldo Lima, se pronunciou nesta terça-feira (13) sobre a suspensão do serviço de castração de animais no órgão.

Além disso, o representante do Fórum de Proteção e Bem Estar Animal da cidade, Rodrigo Freire, cobrou convênios sugeridos à Secretaria de Saúde do município para clínicas particulares realizarem o procedimento, que favorece para o controle populacional dos animais domésticos da cidade.

– O motivo de hoje o Centro de Zoonoses estar com as atividades de castrações paradas, obviamente agora no início de janeiro até o presente, é em virtude de uma reforma que o Centro estava precisando realizar com orientação do Conselho Regional de Medicina Veterinária. O que está hoje atrasando o início das castrações deste ano é justamente for falta de alguns equipamentos, que não estamos encontrando no comércio de Campina Grande – esclareceu.

Segundo Lima, os equipamentos são o sistema de provisão de oxigênio e ventilação para os animais, anestesia inalatória com ventilador mecânico e sistema de iluminação emergencial.

Fonte: Paraíba Online (as informações foram veiculadas na Rádio 101.1 FM.)

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.