Cerca de cem pessoas são presas durante rinha de galo em Funilândia, MG

192
Cerca de cem pessoas são presas durante rinha de galo em Funilândia, MG

Uma operação da Polícia Militar de Meio Ambiente terminou com a prisão de 97 pessoas em uma rinha de galo, nesta quinta-feira (2), em uma fazenda na zona rural de Funilândia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Três crianças estavam acompanhando os pais, que podem responder por corrupção de menor, cuja pena pode chegar a quatro anos de prisão.

Segundo a PM, os administradores divulgaram o evento por meio de um grupo criado no WhatsApp, que atraiu pessoas de Brasília, São Paulo, Bahia e Sul do país. O grupo chegou inclusive a oferecer traslado do aeroporto de Confins para a fazenda.

Ao todo, 137 galos foram encontrados no local, que contava com uma grande estrutura com “ringue”, arquibancada, gaiolas, blocos de apostas e tabelas de pontuação.

Ainda foram apreendidos anabolizantes para as aves e mais de R$34 mil reais em dinheiro.

De acordo com os militares, a multa para cada participante é de R$1.700 e de R$898 para cada galo encontrado. A pena por maus-tratos de animais pode chegar a um ano de prisão.

As aves ficaram na própria fazenda por falta de espaço para abrigá-las, mas a Polícia Militar de Meio Ambiente informou que vai monitorar se os galos estão sendo bem tratados.

Fonte: Hoje em Dia

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.