O caso de sucesso do cervo será usado numa campanha de conscientização para a redução dos atropelamentos nas estradas. (Foto: Halder Ramos/Divulgação Gramadozoo)

Cervo é solto na natureza depois de se recuperar de um atropelamento na Serra Gaúcha

O cervo, também conhecido como veado catingueiro, voltou ao seu habit natural depois de passar um mês em tratamento, no zoológico de Gramado, na serra gaúcha, para se recuperar de um atropelamento. No início mês passado, ele ficou preso às ferragens de um carro e foi carregado por 20 km pela ERS-453, a Rota do Sol, porque o motorista não o percebeu. Ele só viu que o cervo continuava no veículo quando parou em um posto de combustíveis, em Itati.

Vídeo: Cervo é resgatado pela equipe do GramadoZoo e devolvido à natureza.

Equipes do Gramadozoo e da Secretaria Estadual do Meio Ambiente soltaram o cervo na natureza depois que ele se recuperou totalmente. O local e a data da soltura não foram divulgados para preservar o animal. “Quando recebemos um animal, trabalhamos para reintrodução. Muitos não têm a mesma sorte. Sofrem lesões que os impossibilitam de conseguir sobreviverem sozinhos. O rápido resgate, a comunicação ágil , nossos esforços e uma dose de sorte contribuíram para a reabilitação. Foi praticamente um milagre”, comemora o veterinário Renan Alves Stadler, responsável técnico do Gramadozoo.

O caso de sucesso do veado-catingueiro vai ser usado para criar uma campanha de conscientização para a redução do número de atropelamentos nas estradas. “Na maioria dos casos, os animais não sobrevivem. O número de atropelamentos é impressionante. No Brasil, as estimativas são de que mais de um milhão de animais é atropelado diariamente”.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.