Clareira foi aberta clandestinamente dentro de área de preservação em Iguape, SP. (Fotos: Divulgação/Polícia Militar Ambiental)

Clareira aberta em área de preservação revela rancho utilizado por caçadores em SP; policiais encontram cães maltratados

Uma clareira de 4,3 mil metros quadrados, aberta ilegalmente no entorno da Estação Ecológica do Chuás, em Iguape, no litoral de São Paulo, revelou um rancho utilizado por caçadores clandestinos. O local foi identificado a partir de sobrevoo de helicóptero com uma equipe da Polícia Militar Ambiental.

O espaço desmatado corresponde à metade de um campo de futebol e localiza-se dentro da Área de Proteção Permanente (APA) na cidade. Após uma fiscalização realizada a bordo do helicóptero Águia 32, os policiais identificaram o local e uma equipe caminhou por duas horas em trilhas para alcança-lo.

Ferramentas e armas foram apreendidas no terreno.

Na ocasião da chegada dos policiais, na última semana, não foram encontradas pessoas na área, onde foi constada o início de uma construção para um rancho. Em uma casa erguida de forma de ilícita, a equipe localizou dois cães americanos, que possivelmente eram utilizados durante ações de caça naquela região.

Armas de fogo e diversas munições utilizadas por caçadores também foram achadas no imóvel e apreendidas. Os animais, que tinham sinais de maus-tratos, foram resgatados e levados para uma organização na cidade. O caso foi registrado na Polícia Civil, que vai investigar para identificar os responsáveis pelo crime ambiental.

Cães com sinais de maus tratos foram resgatados pelos policiais em Iguape, SP.
Policiais localizaram terreno após caminharem por 2h em trilhas em Iguape, SP.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.