Coleiras e pingentes podem ajudar na identificação dos animais (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Coleiras e placas de identificação ajudam na devolução de animais perdidos

Coleiras, pingentes e plaquinhas de identificação são recursos que podem ajudar a devolução de um animal de estimação desaparecido. Mas segundo o coordenador do CCZ de Gurupi, Henrique Alencar, a maioria dos donos não coloca esses acessórios nos animais.

“Quando a gente vê eles com a placa, recolhemos, trazemos para o centro e ligamos para o dono. Quando não tem placa, nós colocamos nas redes sociais.”

VÍDEO: Identificar animais com coleiras e pingentes pode ajudar em caso de desaparecimento

A cabelereira Alexandra Ferreira Bispo nunca colocou coleira com identificação na Pretinha, cadela de estimação que ela tem há 10 anos. A dona acha que não precisa. “Sempre que saio, ela avisa no portão. Ela volta sozinha, tenho certeza, confio nela”, afirma.

A garçonete Silmara Ferreira tenta manter o cachorro dela sempre com coleira e guia. Ela diz que não conhecia as placas onde podem ser colocados o nome do cão e o telefone do dono. “Vou comprar para ele porque se sumir vou ficar desesperada”, diz.

A estudante Laísa Ponce adotou três gatos que encontrou na rua. Além dos cuidados com a alimentação e higiene, ela se preocupa em mantê-los bem identificados. “A primeira coisa que faço quando adoto um animal é a plaquinha dele para o caso de acontecer alguma coisa.”

Ela já passou pela má experiência de perder a cadela de estimação, Aurora. O bichinho ficou dois meses desaparecido. “Quando a pessoa achou, a primeira coisa que fez foi ligar no número que tinha na plaquinha de identificação. Foi um alívio que não tenho nem palavras para descrever”, conta.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *