Cães foram resgatados por voluntários de ong que cuida de animais - Foto: Divulgação/Porã News

Com sinais de maus-tratos, cães são resgatados em casa abandonada em Pedro Juan Caballero, no Paraguai

Definida por voluntários da Sociedade de Proteção do Animal como “Casa do terror dos animais”, dois cães abandonados de raça não definida foram resgatados em péssimas condições nesta semana em um canil na cidade de Pedro Juan Caballero cidade vizinha de Ponta Porã. Segundo informações de testemunhas, os cachorros estavam abandonados a bastante tempo.

De acordo com o Porã News, os cães foram encontrados trancados dentro do canil sem ao menos conseguir andar pelo quadrado sujo e cheio de fezes em que estavam presos. Sem comida e bastante magros, os cachorros foram descobertos graças a um vizinho que ficou curioso para saber o porque eles latiam tanto. Ao entrar na residência abandonada, encontrou os cães em um cenário triste de abandono.

Eles foram levados para atendimento onde foram cuidados por um veterinário que fez a limpeza e medicação dos novos amiguinhos. Depois de serem cuidados, eles foram levados até o canil da cidade aguardando uma nova família.

Desumano

Nesta semana, a morte de uma cadela causou revolta nas redes sociais. Segundo denúncias, o animal foi espancado por um segurança no dia 28 em um Hipermercado, em Osasco (SP). Ela foi socorrido por uma equipe da Prefeitura, sob informação de que teria sido vítima de atropelamento, mas não resistiu. As acusações sobre a agressão surgiram dias depois, e o caso provocou comoção.

Em nota, o hipermercado diz repudiar maus-tratos e afirma estar colaborando com a polícia. O segurança foi afastado preventivamente até a conclusão das investigações. O inquérito foi instaurado na última segunda-feira (3), e a polícia já analisa registros de câmeras de segurança.

Com imagens e desenhos, internautas cobram investigação e punição para o caso. “Parece que hoje todo mundo abraçou mais forte seu cachorro”, escreveu Cris Berger, ao lado de sua Ella.

Por Bruna Aquino (com informações do Porã News)

Fonte: Correio do Estado

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.