Comissão da OAB-CE discute situação de abandono e maus-tratos aos animais

164
Comissão da OAB-CE discute situação de abandono e maus-tratos aos animais

A Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais da OAB Ceará, em parceria com outras instituições ligadas a causa, discutiram, na tarde desta terça-feira (28/11), em Audiência Pública, a situação de abandono e maus tratos envolvendo animais em Fortaleza. Na ocasião, foram distribuídas cartilhas com pontos importantes de cuidado aos animais.

Para Lucíola Cabral, presidente da Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais da OAB-CE, o avanço na criação de uma legislação, que está sendo desenvolvida pelo Governo do Estado, e nas políticas públicas animais, podem garantir avanços.

“Precisamos conscientizar a importância das Políticas Públicas de castração, pois é uma forma de controle dessa população. Além disso, salientamos a importância da guarda responsável, pois não justifica que as pessoas adotem os animais e não tomam os cuidados necessários”, disse.

Ainda segundo Lucíola, o trabalho da OAB-CE consiste na promoção de campanhas educativas, cobrança de Políticas Públicas, frente de conscientização educativa segmentada com formação.

“É preciso entender que o problema do abandado não é um problema de quem cuida, mas sim de saúde publica”, comenta Toinha Rocha, titular da coordenadoria Especial de Proteção e Bem-estar animal (Coepa). “Se resolvermos o problema de fortaleza em relação aos animais, teremos uma cidade que ama e protege os animais. Costumo dizer que uma cidade que não protege os animais, não protege os humanos. Estamos trabalhando para que tudo dê certo”, concluiu.

Fonte: OAB Ceará

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.