Conselho de Proteção Animal pede para igreja cancelar queima de fogos no Dia da Padroeira, em São Carlos, SP

Conselho de Proteção Animal pede para igreja cancelar queima de fogos no Dia da Padroeira, em São Carlos, SP

O Conselho de Proteção dos Animais de Araraquara solicita à Igreja Nossa Senhora Aparecida, o cancelamento da soltura de fogos de artifícios e da cavalgada, ambas ações da Festa da Padroeira, que acontece na próxima sexta-feira (12).

Segundo Carolina de Mattos Galvão, secretária do conselho, os animais principalmente os cães, gatos e aves, que têm o aparelho auditivo muito sensível, ficam estressados e chegam a sofrer convulsões e ferimentos, por causa do barulho causado pelos fogos de artifícios. “Por isso nossa deliberação. Pedimos para a igreja de Nossa Senhora Aparecida e também para a Diocese de São Carlos que a soltura de fogos seja cancelada para poupar o sofrimento destes animais”, diz ela.

O Conselho também solicitou o cancelamento da realização da “15ª Cavalgada da Fé”, programada para às 10h30 de sexta-feira (12).

“Considerando que os cavalos utilizados nas cavalgadas são submetidos a intenso sofrimento e maus-tratos, uma vez que a própria montaria efetuada nesses animais, por si só, trata-se de crueldade, haja vista os instrumentos utilizados para o domínio do animal, bem como as longas distâncias percorridas sob sol escaldante, asfalto quente e frequentes esgotamentos dos animais nas subidas e descidas pelas vias públicas da cidade”, diz o documento enviado para a Igreja.

Segundo padre Nelson da Silva Ramos, da Igreja Nossa Senhora Aparecida, ainda está semana será feita uma reunião com a diretoria da festa para decidir sobre os fogos de artifícios. Já sobre a Cavalgada, o padre explica que o evento não é organizado pela igreja.

A Diocese de São Carlos disse que ainda não recebeu o documento e por isso, não há um posicionamento sobre o assunto.

Fonte: A Cidade ON

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.