Debea faz mutirão para castração de cães em Jundiaí, SP

O Departamento de Bem Estar Animal (Debea) – órgão ligado à Unidade de Gestão de Planejamento Urbano e Meio Ambiente (UGPUMA) – realizou, nesta quinta-feira (10), mais um mutirão para castração de animais de estimação. Desta vez, foram os cães atendidos foram os que tinham registro de solicitação do serviço pelo 156. Apesar de o chamamento ter sido feito para 97 cães. apenas 70 compareceram. Os proprietários que deixaram de levar o animal, além de não ter a solicitação atendida, comprometeram a oferta do serviço para os demais usuários que também aguardam pelo atendimento.

Tansk, de apenas um ano e meio, foi levado pelos ‘bisavós’ Ezio Ferrari e Sueli Ferrari, ambos de 83 anos. “Ele é o nosso bisnetinho. É o cachorro de estimação do nosso neto, que tem apenas 10 anos. Ele estuda e a mãe dele trabalha, por isso, para não perder a vaga viemos trazê-lo. É muito importante fazer a castração para a saúde do animal”, contou o aposentado, enquanto segurava o cãozinho, que aguardava para fazer o procedimento.

Ao contrário da família Ferrari, alguns perderam o atendimento. “Tivemos 27 faltas. Isso atrapalha o planejamento, já que quem não veio deixou de ser atendido e também comprometeu a vaga de outra pessoa, que poderia ter comparecido. A falta resulta na saída da fila para o serviço. Agora, caso haja interesse, a pessoa que faltou deverá fazer nova solicitação pelo 156”, comenta a diretora do Debea, Alessandra Benedetti.

Ação

Esse é o quinto mutirão de castração realizado neste ano no local. A partir de junho os serviços serão direcionados para os bairros, com a oferta de mais de 400 castrações por evento.

O Debea realizou 1,6 mil castrações no ano de 2017 e tem como meta ampliar em, no mínimo, 33% o número para o ano de 2018.

Tendo em vista que nos últimos anos de 2015 e 2016 foram realizadas apenas 1,5 mil castrações por ano, o volume representa aumento de 10% em relação ao que era praticado em anos anteriores. Com o atendimento do mutirão realizado juntamente com a equipe do Debea, a meta é alcançar as 5 mil castrações neste ano, número acordado em reunião com as protetoras de animais, no início do ano.

Fonte: Jornal de Jundiaí

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.