Deputada diz que Bieel Loop mentiu em depoimento a polícia sobre estupro de porco

Deputada diz que Bieel Loop mentiu em depoimento a polícia sobre estupro de porco

Bieel Loop, da Banda de Forró na Pegada aparece em imagens estuprando um porco. Ele foi denunciado pela parlamentar.

A deputada estadual Joana Darc (PR) considerou como uma afronta a sociedade, o depoimento dado pelo vocalista da Banda de Forró na Pegada, Gabriel Tavares (Biell Loop) a titular da Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente e Urbanismo (DEMA), Carla Biaggi, na manhã desta quinta-feira (7), sobre o vídeo em que aparece cometendo estupro a um porco.

Ao ser questionado pela delegada, Biell Loop afirmou não ser ele o homem que aparece nas imagens, amplamente divulgadas nas mídias digitais.

Segundo Joana Darc, Loop mostrou contradição na versão apresentada a polícia, já que, ao ser notificado em ação que envolveu a Comissão de Meio Ambiente Proteção dos Animais e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa do Amazonas, que ela preside e o Batalhão Ambiental da Polícia Militar, na última terça-feira (5) ele disse estar ciente da gravidade do fato que “arcaria com suas responsabilidades”.

“Ele chegou a dizer que sabia que estava errado e repetidas vezes, disse que estava disposto a pagar por seu ato”, lembrou Joana.

Em vídeo gravado no momento em que Joana Darc acompanhava a notificação de Bieel Loop, ele aparece dizendo: “Eu já estou me responsabilizando pelos meus atos. Se for preciso pagar, se for preciso ser preso (sic), sei que foi uma brincadeira de mau gosto. Eu sei que estou errado”, justificou Loop.

De acordo com a delegada Carla Biaggi, o caso será encaminhado a justiça, para a Vara  Especializada do Meio Ambiente e Questões Agrárias (Vemaqa). Negando a autoria do crime de maus-tratos ao animal. Bieel Loop, não colaborou para que o porco seja encontrado.

Por Joelma Muniz

Fonte: Assessora de imprensa

Cantor de forró nega participação em vídeo fazendo sexo com porco, em Manaus

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.