Deslizamento de terra atinge abrigo que atende a mais de 100 animais na zona oeste do Rio

Deslizamento de terra atinge abrigo que atende a mais de 100 animais na zona oeste do Rio

Um deslizamento de terra, ocasionado pelas fortes chuvas que caíram no Rio desde a última segunda-feira (8), coloca em risco a vida de 170 animais que vivem em um abrigo no Itanhangá, na Zona Oeste da cidade.

Após o temporal, a terra de um barranco que fica ao lado da casa que abrigo os bichos desceu e atingiu a moradia, além dos cachorros e gatos que vivem no local. De acordo com Daniela, que administra o abrigo, dois cães fugiram assustados durante a chuva porque o deslizamento destruiu uma das cercas da casa.

Por conta das más condições da Estrada do Itanhangá, atingida pelas chuvas, o acesso à residência se tornou uma dificuldade para a Defesa Civil e até mesmo os funcionários que cuidam do abrigo. Por conta da situação, os animais não conseguem ser retirados da casa, que corre risco de ser atingida por novos deslizamentos.

“Não tenho como tirar os animais daqui. Quando cheguei, depois da chuva, estava tudo um caos, eles estavam muito assustados, sujos de lama. A casa está cheia de lama, perdemos várias coisas dos animais”, diz Daniela.

Casa foi tomada pela lama, que atingiu cães, gatos e pertences do abrigo — Foto: Reprodução/Bom Dia Rio

Em nota, a Defesa Civil disse que recebeu o chamado, dentre diversos outros pela cidade, e que vai tentar enviar agentes o mais rápido possível para a região.

Condições na Estrada do Pica-pau ainda são críticas — Foto: Reprodução/TV Globo

Por Nathália Castro

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.