Dois adolescentes são detidos por sequestrar poodle em RR: ‘iriam vender’

Adolescentes, de 13 e 17 anos, foram detidos nesta quinta-feira (9). Dona do animal identificou envolvidos por meio de câmeras de segurança.

1638
Dois adolescentes são detidos por sequestrar poodle em RR: 'iriam vender'
Cachorro foi devolvido ao dono (Foto: Marcelo Marques/G1 RR)

Dois adolescentes, de 13 e 17 anos, foram detidos nesta quinta-feira (9) por sequestrarem um cachorro da raça poodle de frente a uma residência no bairro Liberdade, zona Oeste de Boa Vista.

A tutora do animal conseguiu identificar os envolvidos por meio de câmeras de segurança e acionou a Polícia Militar.

De acordo com a jovem, de 25 anos, o seu cachorro de 2 anos foi furtado nessa quarta-feira (8) quando fugiu pela porta da frente da residência que estava aberta.

“Fiquei desesperada após ele sumir. Uma vizinha passou as filmagens feitas da câmera de segurança. Apareciam esses dois garotos passando em frente de casa e carregando meu cachorro. Não os conhecia. Hoje [quinta] saí pelo bairro mostrando a gravação. Uma pessoa viu os registros e contou ter visto os dois com cão”, diz.

Com o endereço dos  suspeitos, a jovem foi sozinha à casa onde eles moram e confrontou os envolvidos.

“Eles negaram. Disseram que pegaram, mas o abandonaram em seguida na rua. Cheguei a chorar para eles. Mas de nada adiantou. Mentiram para mim”, lamenta. Eles foram localizados no bairro Caimbé, zona Oeste da capital.

Inconformada, segundo relatou, procurou a pessoa que reconheceu os adolescentes no vídeo. A jovem teve a certeza de que os dois suspeitos estavam com o seu cachorro.

“Chamei a Polícia Militar. Disse o que tinha acontecido e mostrei o vídeo em que aparecem os adolescentes furtando meu cão. Dei o endereço, que é pouco distante da minha casa, e os policiais foram ao local. Minutos depois me ligaram informando que tinham achado meu cão”, conta.

Ainda de acordo com a jovem, aos policiais os adolescentes confessaram que iam vender o poodle. “Ele estava escondido dentro da casa deles e não queriam entregar”, afirma.

Os dois adolescentes foram levados à Delegacia da Infância e Juventude acompanhado dos responsáveis. No local, prestaram depoimento e um Boletim Circunstanciado de Ocorrência foi lavrado a desfavor dos suspeitos. Eles responderão pela infração em juízo. A tutora dos animais representou criminalmente contra os envolvidos.

Por Marcelo Marques 

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.